Linguagem

Arquitetura e cotidiano Ver mais

Beleza e funcionalidade em projetos e ambientes

Casa Cor Brasília – Brasilidade no alto luxo!

Foto: divulgacao
Estive visitando a Casa Cor do Distrito Federal recentemente e tive uma grata surpresa. Estando na capital do país, o evento dita (conjuntamente com as edições do Rio de Janeiro e São Paulo) as tendências no cenário da arquitetura e decoração. O tema “Celebração à Brasilidade” foi escolhido por meio de um mapeamento de tendências, realizado pela Editora Abril, que aponta o país como referência de lifestyle.

Foto: divulgacao
Nesta edição do evento, o que mais me chamou a atenção foram os materiais aplicados pelos profissionais e os traços limpos, que resultam em ambientes cheios de charme. A tríade brutalista madeira, concreto e vidro foi realçada com objetos coloridos, ladrilhos hidráulicos, iluminação cênica e muitos jardins. Pude ver por lá um princípio que sempre aplico em meus projetos: base neutra e toques pessoais nos itens voláteis da decoração.

Foto: divulgacao
Pisos de madeira natural reflorestada, cimento queimado, paredes, cortinas, sofás e móveis em tonalidades neutras; tecidos decorativos, tapetes e objetos coloridos, muitos souvenirs e itens pessoais dando o toque e personalidade aos ambientes. E, para completar, muito verde! Todo tipo de aplicação de jardins: em cachepôs tradicionais, em jardineiras suspensas, como divisores de ambientes, como jardins de inverno.

Foto: divulgacao
E, para reforçar o tema, vemos ainda muitas peças de designers brasileiros de peso e uso de materiais que remetem à cidade de Brasília e ao consagrado Niemeyer. Suas chaise longue Rio e poltrona Alta – famosa por figurar nos ambientes do Palácio do Planalto - aparecem em alguns espaços como elemento de destaque. 

Foto: divulgacao
Encontramos ainda muita criatividade - ambientes com decoração em pedras naturais coletadas na rua, composições de mesas de centro de diversos formatos e tamanhos, com inserção de pufes ou bancos, que diversificam suas funções, cadeiras sustentáveis feitas totalmente em papelão, biombos feitos de correntes, dando uma leitura underground sem perder a elegância – retratando a intenção e a filosofia defendida pela franqueada Casa Cor Brasília, Sheila Podestá. Ela defende que a arquitetura é acessível a todos e que o investimento em conforto é uma das melhores formas de cuidado pessoal e familiar. “Apresentamos opções para todas as realidades unindo qualidade e excelência características da Casa Cor”, diz ela.

Por fim, quero destacar os espaços que vão além do design. São os ambientes de convívio, que reúnem restaurantes, cafés, lojas, e promovem encontros de música, arte e gastronomia, tornando o passeio dinâmico e agradável a toda a família.


Autoria
  • Email

Thais Figueiredo

Thais Figueiredo

Thais Figueiredo é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina, mora atualmente em João Pessoa e tem projetos assinados em diversos estados do Brasil e ainda nos Estados Unidos, Argentina e Suíça.