Linguagem

Branding Ver mais

Gestão de marca e imagem

Disponibilidade Analógica, você pode?

Foto: internet
Alguns adultos fazem parte de uma seleta geração que viveu o suficiente para comparar a vida digital com a vida analógica. Você se lembra de quando só poderia ser encontrado se quisesse?

Quantas vezes nos dias atuais você recebeu mensagens instantâneas persistentes até dar um sinal de que tinha lido? E aí inventaram um sinal para “dedurar” quando você lê a mensagem! 

Não nos é permitido a omissão de pertencer a um mundo analógico. Profissionais ou empresas precisam estar disponíveis, on line a todo momento. Se você não responde, corre o risco de ser pressionado, os mais íntimos intimidam: “tá vivo?”, e por aí vai...

No livro “O Fim da Ausência”, recém-lançado nos Estados Unidos e ainda sem versão em português, o autor Michael Harris elabora a questão do que aconteceria se não tivéssemos mais momentos de ausência. Mas para um negócio hoje, existe mesmo a tolerância de não estar disponível? Isto depende do foco que você quer dar ao seu negócio e do seu posicionamento. Alguns órgãos de regulamentação e defesa tem prazos definidos para este retorno e é só seguir a regra. Deixar claro e bem comunicado esta informação permite que você se posicione de forma transparente com seu público. Cumprir à risca o tempo estabelecido, mesmo que você não tenha um retorno definitivo, assegura a credibilidade na marca e ameniza a ansiedade de quem precisa de um retorno. A forma de lidar com esta necessidade de presença da sua marca é um investimento mais consistente em comunicação interna e com seu público, excelente suporte tecnológico e esclarecimento sobre a disponibilidade. 

Há alguns dias participei de um evento com palestra de uma grande executiva. Antes de começar a plateia foi avisada de que seria possível fazer perguntas após a palestrante acabar sua apresentação. As perguntas seriam recebidas via formulários distribuídos ou por um número disponibilizado via WhatsApp. No entanto, enviei uma pergunta via mensagem instantânea e não obtive resposta da palestrante, tampouco dos organizadores do evento.

Ao abrir um canal de comunicação, esteja atento às implicâncias e suporte necessário para manter um diálogo aberto. Você é dono das escolhas mas se torna escravo das consequências. Estruture o canal, treine e capacite sua empresa e esteja preparado para o ônus e para o bônus de viver na era digital: muitos podem investir com maior possibilidades de divulgação, mas poucos pensam e estruturam uma forma de otimizar estes canais. Lembrando que para toda ação externa, é preciso verificar o impacto no público e nos processos internos. Uma grande empresa de varejo americana criou uma posição profissional chamada “Integrador de Contatos, cuja missão é manter a mesma mensagem em todos os lugares. Fruto da era digital. Para ela não será mais permitido comportamento analógico. E para sua marca?

Muito sucesso!


Autoria
  • Facebook
  • Linkedin
  • Email

Ana Adad

Ana Adad

Ana Adad é paranaense e conta com cerca de 15 anos de experiência em Trademarketing, Estratégia, Operação e desenvolvimento no mercado de marcas e produtos internacionais, com gestão de marca e branding. É especialista em Marketing, gestão de negócios e mercado de luxo.