Linguagem

Coaching Ver mais

Consultoria de gestão, carreira, liderança e treinamentos

Como treinar o presidente?

Foto: Internet
Treinar é preciso e todos concordam com essa máxima, inclusive a presidência da empresa. Apesar disso, todos sabem como é difícil começar o trabalho por onde deve ser feito “de cima para baixo”.

A cúpula aprova e patrocina os programas de treinamento e desenvolvimento de suas lideranças, mas costuma não ter tempo, estar envolvido com a resolução de crises iminentes, reuniões inadiáveis, até já são profundos conhecedores do assunto a ser proposto... entre outras são as desculpas largamente conhecidas.

Sabendo que situações como essas realmente acontecem, pergunto... Justificam a ausência em momentos tão importantes para toda a equipe? Ou mesmo... Será que são situações verdadeiras?

Colocando lenha na fogueira, afirmo que diante dos meus anos de experiência treinando e implantando programas, por trás das alegações pode estar o medo de se expor, de parecer mais desatualizado que os subordinados e, principalmente, o receio de ser confrontado por um dos membros do grupo.

Por tudo isso, hoje venho propor opções para solucionar esse dilema e envolver a presidência e a diretoria nos programas de educação corporativa, basilares para a continuidade das empresas.

Vale lembrar que para qualquer modalidade ser aplicada, o princípio basilar é o sigilo total sobre os temas abordados e o próprio treinamento em si.

1. Treinamento só para Diretoria: para diminuir a exposição dos “cabeça da empresas” e o excesso de exposição, podem ser treinados em programa exclusivo, onde serão tratadas questões direcionadas aos dilemas que eles vivem.

2. Coaching e Mentoria: o diretor ou presidente é acompanhado por um Coach qualificado para desenvolver suas habilidades e auxiliar na evolução de sua carreira e entrega de resultados.

3. Treinamento individual: é acompanhar um por vez (treinador e presidente/diretor), onde não existem expectadores e as questões trabalhadas são as específicas de cada um, avaliadas no início e ao longo do acompanhamento.

4. Leitura Dirigida: utilizando as informações colhidas para iniciar o programa, são selecionados materiais atualizados a serem entregues aos diretores e/ou presidentes.

Entre livros, revistas, filmes, artigos, vídeos, app’s etc., a dinâmica se dá entre consumir o material e relatas as impressões percebidas em reuniões, apresentações ou relatórios periódicos, definidos desde o início.

Acredite que para crescer a sua empresa não precisa ser grande, nem mesmo ter muitos problemas ou funcionários. Fique atento para iniciar programas de educação corporativa desde já, inserindo na cultura empresarial a ideia de evolução e crescimento constante.

Tome as rédeas para o progresso, pois crescer como grande ou como pequeno te dará o mesmo trabalho.

Autoria
  • Email

Israella Ramalho

Israella Ramalho

Israela Ramalho é Master Coach apaixonada por desenvolver o ser humano. Atua como mentora e coach de pessoas, times e organizações. É empreendedora, autora de livros, professora em pós-graduação e uma eterna curiosa.