Linguagem

Comunicação em case Ver mais

Uma análise sobre como as empresas paraibanas têm trabalhado sua comunicação corporativa

A Hora do Batismo - Case Behoh

Foto: divulgacao
Um dos ativos mais importantes de uma empresa é o nome que ela se apresenta aos seus públicos e ao mercado. Junto com toda a cadeia de branding – que inclui logo, gestão da marca, identidade visual e slogan, por exemplo – o nome do negócio pode ser determinante para que seja um sucesso ou um fracasso.

Assim como batizar os filhos, para definir o nome de uma empresa é preciso dedicação, tempo - e muito carinho. Intimamente ligado à personalidade e à identidade corporativa, ele deve ser capaz de transmitir a mensagem correta sobre o negócio e despertar atenção por sua singularidade e pelo que a empresa se propõe a oferecer. Algumas companhias, no entanto, decidem até mudar de nome ao longo de sua história para aplicarem um novo posicionamento de atuação. Em grande parte dos motivos, está a vontade ou a necessidade de inovar. Essa pode ser até a alternativa que faltava para diversificar, produzir novos conteúdos, expandir e ampliar o escopo de atuação. 

Um dos cases curiosos é a BeHoH. A empresa - de pronúncia Birrôl - foi criada dentro de uma filosofia extremamente criativa, que imprimiu em seu DNA alguns fatores importantes para a construção de uma identidade organizacional: a visão ousada, intuitiva e essencial do proprietário, além, é claro, dos movimentos do mercado em que ela atuava.

Segundo sua própria explicação, a BeHOH abraça uma filosofia que inspira transformação. BeHOH (Be + H-O-H ou H2O) foi planejada e executada a partir da famosa citação do mestre em artes marciais Bruce Lee: “Be water, my friend”. Em uma entrevista memorável, Bruce Lee disse: “Esvazie sua mente. Seja sem forma, sem contorno, como água. Coloque água em um copo, ele se torna o copo. Coloque a água em um bule, ela se torna o bule. A água pode fluir ou escorrer ou gotejar ou destruir. Seja água, meu amigo!"

Foto: divulgacao

Esvaziar a mente e somar potência, fluidez, adaptabilidade e para estar sempre em movimento, assim como a água, faz analogia com os caminhos que levam à inovação e à criatividade – a essência do propósito mencionado pela empresa, que atua na área de tecnologia e comunicação digital.

Do batismo até a apresentação da empresa, o proprietário planejou e executou os passos desta ação em seu plano de negócios e contou com o engajamento da equipe para formatar logomarca, slogan e estratégica de divulgação. Desde sua criação, no ano passado, a BeHOH expandiu seu portfólio e atende clientes públicos e privados de todo o País. Entre serviços e produtos, há soluções para a gestão de eventos, controle de acesso, aplicativos, e-commerce, cursos e capacitações em EAD, além de operar como fábrica de software.  

É evidente que criar ou recriar uma marca requer cuidado e muito estudo – por isso, é indicado um profissional de gestão de branding ou publicidade nesta assessoria. E se o processo for bem conduzido, o resultado afeta diretamente na operação do negócio: configura-se em uma imagem eficaz, criativa e lembrada como autêntica e única no mercado.


Esta coluna foi publicada na revista RCVIPS Magazine.

Autoria
  • Facebook
  • Email

Andréia Barros

Andréia Barros

Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora e especialista em Assessoria de Comunicação pela Universidade Estácio de Sá, Andréia é diretora da Integrativa Assessoria de Comunicação. Profissional premiada regional e nacionalmente, é também sócia e editora do portal Paraíba Total e editora e apresentadora do Programa Paraíba S/A (TV Manaíra/ Band PB).