Linguagem

Fórum das Mulheres de Negócios Ver mais

Empreendedorismo feminino

Geração de capital conectada ao equilíbrio social

Na contemporaneidade, surgem reflexos e consequências das atitudes acumuladas ao longo do tempo pelas civilizações, o que nos traz muitas reflexões sobre o que conquistamos, quem somos e o que queremos para o futuro.

Esses questionamentos se propagam por várias áreas da nossa vida. Mas no setor econômico e social estão em ebulição, pois atualmente há uma grande busca e mudança de paradigmas quanto à necessidade da satisfação em relação ao trabalho.  

Hoje, pessoas de todas as classes se questionam quanto ao verdadeiro valor dos seus ofícios laborais, e desejam produzir não só para sobrevivência, mas sim para uma realização maior. É importante ter uma causa valorosa, que os motive a levantar todos os dias com alegria e sair de casa para mais um dia de realização, e não apenas mais um dia de execução de tarefas. 

O trabalho deve ser um lugar de se aflorar talentos, paixões e valores. Não se admite viver um dia a dia sem sentido, sem algo a mais.

É importante entender que podemos encontrar razão e prazer nas mais diversas profissões, e que sempre podemos fazer, diferente e melhor, as atividades que fazem parte da nossa realidade. 

Atrelado a esse sentimento de busca de significado nas coisas que realizamos, brota no ser humano um anseio em gerar um mundo melhor para o coletivo e, assim, reverter para si essa plenitude. 

Estamos presenciando o surgimento de uma geração imbuída em fazer o bem. Já encontramos pelo mundo, e também no Brasil, várias empresas geradoras de negócios sociais como a Artemisia (organização sem fins lucrativos, pioneira na disseminação e no fomento de negócios de impacto social no Brasil), empresas que certificam com Selos do Bem a partir dos conceitos do Sistema B que é um movimento global que pretende redefinir o conceito de sucesso nos negócios e identificar empresas que utilizem seu poder de mercado para solucionar algum tema social e ambiental, Programas como o do Centro Sebrae de Sustentabilidade, além de inúmeras pessoas envolvidas em ações pelo mundo disseminando essa Consciência Ecológica Social.

Esse ano no dia 23 de Junho o FNQ – Fundação Nacional da Qualidade realizou em São Paulo o Congresso FNQ de Excelência em Gestão 2015 com o tema “O Novo Capitalismo” abordado pelo Sr. Pavan Sukhdev, principal autor do relatório The Economics Of Ecossystem And Biodiversity (TEEB), da ONU, no qual foram sinalizadas diretrizes e estratégias para mudanças na gestão corporativa, enfatizando a importância da estratégia em ter soluções empresariais rentáveis, lucrativas e sustentáveis.

Portanto, empresas e gestores precisam ter um olhar para o futuro bem mais amplo. Já não se admite se pensar em ganho de capital desassociado do social. É necessário a toda empresa se voltar para seus públicos e pensar de uma forma holística, aprimorando seus processos, cuidando do bem-estar dos seus colaboradores, satisfazendo seus clientes e contribuindo para a sociedade em que está inserida, com ética, seriedade e respeito.

Um mundo com oportunidades reais será um mundo com dignidade e paz.


Autoria
  • Email

Cristina Heim

Cristina Heim

Sócia-gestora do Guardebem Self Storage, relações públicas, coach em Negócios, Pós graduanda em Gestão Empresarial na FGV e Assessora Logística do Fórum das Mulheres.