Linguagem

Mente Sã Ver mais

Reflexões humanas

Trabalhar com alegria

Foto: internet
Nesse período do ano, quando se comemora o DIA INTERNACIONAL DO TRABALHO, hoje oportuno relatar um fato de minha vida.

Houve um tempo em que eu me sentia insatisfeito com meu trabalho. Todas as manhãs eu ficava torturado em ter que me dirigir ao emprego. Não pela natureza do mesmo, totalmente digno, mas pelo fato de que eu não me simpatizava com meu chefe. Tinha minhas razões, dadas as características no mesmo em exercer sua chefia. Penso que tal fato é muito comum entre as pessoas. Um trabalho desagradável, uma remuneração pequena, um chefe ruim, um ambiente desagradável. Entretanto, nem todos podem escolher seu trabalho. A necessidade fala mais alto. A atual situação não permite que pessoas simplesmente abandonem seu emprego sem que haja outro garantido. Viver exige gastos, seja consigo mesmo, seja para manutenção da família. Os números indicam o crescente número de desempregados diante de um mercado cada vez mais mecanizado. Por outro lado, na grande maioria dos casos, os cargos de chefia não são efêmeros. Daí ter que suportar esse inconveniente. Quanto ao ambiente, poderemos fazer algum esforço para melhorá-lo, dando um toque pessoal a ele.

Mas, o que fazer? Penso que um importante caminho é a capacitação. Estudar, dedicar-se inteiramente ao progresso pessoal. Tenho visto inúmeras pessoas que estão em emprego de pouca expressão, mas que estão se preparando para outras atividades melhores e, principalmente, que ofereçam melhor remuneração e segurança. São pessoas batalhadoras que não se acomodam e não ficam naquela de “deixa a vida me levar”. Tudo exige sacrifício, mas os frutos, mais dia menos dia, surgirão.

Mas, caso não seja possível, o jeito mesmo é procurar tornar as coisas desagradáveis em agradáveis. Há de se fazer um esforço (como já o fiz) em encontrar uma maneira de tornar a carga mais leve. Procurar fazer as coisas com alegria e prazer. Fácil? Claro que não. Mas que dá certo, isso dá.


Autoria
  • Email

Geraldo R.R. Costa

Geraldo R.R. Costa

Geraldo R.R. Costa é mineiro e mora em João Pessoa. Bacharel em Direito, é coronel reformado da Polícia Militar de Minas Gerais. Pertence à Fundação Logosófica - em Prol da Superação Humana - desde 1988. É vice-presidente da Associação dos Ostomizados da Paraíba. Escreveu vários artigos para o jornal A União e para o jornal da Associação dos Ostomizados do Estado de São Paulo, de circulação nacional.