Linguagem

Mente Sã Ver mais

Reflexões humanas

O DIZER NÃO

Foto: internet
Em determinadas situações de nosso cotidiano, há necessidade de que usemos a palavra não. Porque o sim muitas vezes traz prejuízos incalculáveis. O exercício do não deve começar desde a infância. Os pais, logicamente, querem o melhor para seus filhos e, para sossegá-los ou agradá-los, tendem a satisfazer todas as suas vontades. É um brinquedo novo, um celular, uma roupa de marca famosa, uma bebida ou comida não saudável, mas gostosa, etc., são alguns exemplos. Isso traz conseqüências para a vida desse ser, que enfrentará frustrações na adolescência e na vida adulta, pois verá que nem sempre seus desejos serão satisfeitos, e que, para alcançá-los terá que batalhar. Às vezes, dolorosamente, chegará a essa realidade.

Outro aspecto que se nota é quando vários seres não conseguem dizer o não, com medo de ferir ou desagradar seu semelhante. Chegam até a se privar de bens para auxiliar aqueles que solicitam sua ajuda. Confundem o bem com a ingenuidade, sendo, em muita das vezes, vítimas de abusos daqueles que o cercam, pois sabem que eles serão atendidos. Há de se verificar se realmente aquelas pessoas necessitam ou merecem aquela ajuda. Seria realmente uma ajuda? Há de se perguntar. É o caso de pessoas que lhe abordam para pedir qualquer donativo, mas, no entanto, caso sejam atendidas, usarão sua ajuda para satisfazer determinado vício. Seria isso um bem que você está fazendo? E o auxílio a entidades inidôneas que proliferam por aí? Poderíamos citar vários outros exemplos, inclusive de pessoas que nos cercam, que fingem necessidades, mas, em realidade, querem abusar de nossa excessiva bondade para conseguir tirar algum proveito. 

Temos que aprender a sermos bons sem sermos tolos, eis o segredo. Aprender também a dizer não, quando, por uma leve suspeita, desconfiarmos das intenções alheias. Aprendermos a não utilizar somente o sentimento, mas utilizá-lo junto com a razão. Só assim vamos nos resguardar das más intenções, pois o mundo está cheio de aproveitadores. Repito: ser bom ser cair na ingenuidade, eis o desafio.


Autoria
  • Email

Geraldo R.R. Costa

Geraldo R.R. Costa

Geraldo R.R. Costa é mineiro e mora em João Pessoa. Bacharel em Direito, é coronel reformado da Polícia Militar de Minas Gerais. Pertence à Fundação Logosófica - em Prol da Superação Humana - desde 1988. É vice-presidente da Associação dos Ostomizados da Paraíba. Escreveu vários artigos para o jornal A União e para o jornal da Associação dos Ostomizados do Estado de São Paulo, de circulação nacional.