Linguagem

Mente Sã Ver mais

Reflexões humanas

Reflexões importantes para a vida

Foto: Internet
Recentemente, ao fazer um estudo ligado à área espiritualista, surgiram duas perguntas intrigantes. A primeira era a seguinte: Como você se sentiria se soubesse que hoje é o último dia de sua vida? Se  lhe fosse dado mais um dia de vida, o que faria você?

As perguntas podem ser encaradas em dois campos: o material e o espiritual. As respostas, creio, seriam bem difíceis. O aspecto material é importante para nossa sobrevivência. Mas, e o aspecto espiritual? A coisa aí fica bem complicada, menos para aqueles que não acreditam na evolução e em Deus. Se não se cultuam essas duas coisas, para que se preocupar se não existe nada além da morte? Para que então fazer o bem? 

Para  aqueles que, como eu, sabem da importância de evoluirmos, o problema é mais difícil. A evolução, que passa por diversas fases da existência, visa justamente atingir essa perfeição para se chegar a Deus. O aprimoramento do caráter é busca constante , sendo que alguns demoram mais e outros menos, dependendo do que realizam na vida. Como realizar esta tarefa é outro problema. 

Não bastam as orações, os sacrifícios físicos, as contribuições financeiras se o ser realmente não tem uma conduta correta e não faz o bem. Deus não seria tão injusto com o ser humano se atendesse somente àqueles que mais contribuíssem financeiramente. Aliás, essa idéia nem passa pelo seu Espirito Divino. Ainda focando sobre este aspecto, a contribuição financeira sempre foi, e ainda é, um recurso utilizado pelas religiões, para garantir aos fiéis a sua “entrada para o Paraiso”. Ledo engano! Somente pela sua conduta pode o homem alcançar sua redenção.

Voltando às  perguntas propostas, seria interessante que cada um de nós desse uma parada para fazer um inventário daquilo que temos feito até agora. Quais foram as prioridades que temos dado até hoje?  Qual a hierarquia das nossas atividades dentro do viver? Temos sido fiéis ao jargão “ deixe a vida me levar”, ou temos perseguido por nossa conta os nossos ideais? O que faríamos na última oportunidade que nos foi oferecida?

Evidentemente, as proposições não são fáceis de responder, mas requerem reflexões, isto sim.

Autoria
  • Email

Geraldo R.R. Costa

Geraldo R.R. Costa

Geraldo R.R. Costa é mineiro e mora em João Pessoa. Bacharel em Direito, é coronel reformado da Polícia Militar de Minas Gerais. Pertence à Fundação Logosófica - em Prol da Superação Humana - desde 1988. É vice-presidente da Associação dos Ostomizados da Paraíba. Escreveu vários artigos para o jornal A União e para o jornal da Associação dos Ostomizados do Estado de São Paulo, de circulação nacional.