Linguagem

Turismo Ver mais

Equipamentos, produtos e roteiros

Turismo pós pandemia: as viagens serão regionais

Foto: Pousada Boutique Villa Real, em Areia, PB
O turismo pós pandemia deverá ser regional. Segundo uma pesquisa do site de busca de passagens aéreas Viajala, cerca de 66% dos viajantes não tem ideia de quando vão voltar a viajar de avião. Isso indica que o turismo regional pode se fortalecer, afinal, mesmo quando houver uma flexibilização ou liberação, o medo de encarar aeroportos e cidades distantes ainda vai permanecer, durante um bom tempo. Muitos apostam em dois anos.

O retorno às viagens deve começar de carro, com distâncias máximas de até 300 quilômetros. Hora de explorar o seu Estado e as regiões vizinhas. O turista pós pandemia também deverá optar por destinos onde possa aproveitar o contato mais próximo com a natureza, depois do confinamento. Lugares com praias, campo e cachoeiras devem ser os escolhidos. Entre os hotéis, aqueles que oferecem bangalôs afastados entre si, com mais privacidade. Ninguém vai querer ficar perto de ninguém, só de quem você está viajando. Portanto, espaço nos hotéis e pousadas será muito bem vindo e fará a diferença na hora da escolha.

 O Ministério do Turismo já lançou o protocolo de segurança sanitária que os meios de hospedagem devem seguir. Está no site. Nada de fila, distanciamento das mesas, possibilidade de café da manhã no quarto. Tudo para evitar aglomeração.

Por estes motivos o turismo regional será a bola da vez. Hora dos hotéis e pousadas da Paraíba otimizarem seu atendimento e serviços. Hora de se preparar e mimar o hóspede, como nunca. Além de seguir os cuidados sanitários, fazer o turista se sentir especial, desejado. E há muitas maneiras de fazer isso: flores no quarto, fotos da família retirada das redes sociais, brindes, bilhetes de boas vindas, além, claro, do cuidado impecável com o distanciamento. 


Autoria
  • Email

Rosa Aguiar

Rosa Aguiar

Rosa Aguiar é jornalista, especialista em Redação Jornalística, mestre em Jornalismo Profissional pela UFPB e ex-secretária da Associação dos Jornalistas de Turismo (Abrajet) . Não vive sem viajar e escreve sobre turismo há mais de dez anos, defendendo os valores paraibanos, nossas belezas e potencial