Linguagem

Turismo Ver mais

Equipamentos, produtos e roteiros

Argentina reabre fronteira para o Brasil, em novembro

Foto: divulgação
A Argentina sempre foi a porta de entrada dos brasileiros quando o assunto é viagem internacional. E para muitos, visitar o país preenche o desejo de viajar para fora do Brasil, aproveitar o clima europeu de Buenos Aires - cafés, parques, cultura, e compras, e toda a sua atmosfera gringa,  afinal, muitos dos prédios da capital portenha foram inspirados em Paris. E tudo isso por preços bastante razoáveis, principalmente depois que o país entrou numa crise severa e o câmbio favorece os brasileiros.

O ministro do turismo argentino, Matias Lammens, anunciou, no jornal La Nación, que a Argentina vai abrir as fronteiras para o Brasil, a partir do dia 2 de novembro. O governo está apostando que cerca de cinquenta mil turistas brasileiros voem para Buenos Aires, entre os meses de novembro e dezembro próximos. Os brasileiros só poderão chegar a capital argentina de voo. Vamos ver se isso se concretiza. Me parece que o brasileiro está cauteloso com as viagens de avião antes de termos uma vacina.

A verdade é que o fator econômico pesou na decisão argentina de reabrir as portas para os brasileiros: é preciso recuperar qualquer pedaço dos 1,4 milhão de turistas brasileiros que visitaram a Argentina, ano passado. Para isso o setor está apostando também no turismo de neve para 2021, com pré vendas tentadoras. A neve e a primeira esquiada tem forte apelo entre os brasileiros.

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo, Ruth Avelino, não acredita que o voo semanal de João Pessoa para Buenos Aires, pela Gol Linhas Aéreas, retorne ainda este ano. São Paulo deverá ser o principal emissor. Foi divulgado que para entrar no país o turista brasileiro deverá apresentar um exame de PCR negativo e o governo ainda avalia se será feita alguma testagem na chegada, no aeroporto. 


Autoria
  • Email

Rosa Aguiar

Rosa Aguiar

Rosa Aguiar é jornalista, especialista em Redação Jornalística, mestre em Jornalismo Profissional pela UFPB e ex-secretária da Associação dos Jornalistas de Turismo (Abrajet) . Não vive sem viajar e escreve sobre turismo há mais de dez anos, defendendo os valores paraibanos, nossas belezas e potencial