Linguagem
Marcele Jardim e Pedro Henrique

"Nosso caminho é traçado com o esforço de todo corpo de voluntários e da motivação de parceiros que abraçam a causa"

Responsáveis pelo projeto Milagre Sertão comentam a origem do projeto e ações para 2019

A empatia, o olhar voltado as necessidades urgentes das famílias do interior paraibano e a união em prol de uma causa por vezes esquecida pela sociedade deu origem ao Projeto Milagre Sertão. Fundada em 2013, com sede em João Pessoa, a ONG assiste famílias afetadas pela seca, através de doações de roupas, brinquedos, alimentos e itens de necessidade básica, oferecendo também serviços de apoio à comunidade, como atendimento médico-odontológico. Visando soluções duradouras, a ONG atua na implantação de sistemas de comércio solidário sustentável, instalação de poços, cisternas, realização de cursos de capacitação para o melhor aproveitamento dos recursos naturais, facilitando o dia a dia das famílias sertanejas.

Em entrevista, Marcele Jardim e Pedro Henrique, integrantes da equipe de voluntários da ONG, explicam o processo de surgimento do projeto, o planejamento de ações e a necessidade de apoio para a manutenção do auxílio e da visibilidade à causa.

Como surgiu a ideia do Milagre Sertão?

Pedro: A partir da iniciativa de um grupo de jovens para levar mantimentos às famílias do interior paraibano surgiu a ideia do Projeto Milagre Sertão. A primeira ação desenvolveu-se de forma espontânea e se tornou fonte de inspiração para o desenvolvimento do projeto. Hoje, as comunidades são selecionadas com visitas de exploração e triagens. 

Marcele: Nos últimos anos, esses contatos prévios permitiram uma interação entre parte da equipe e a comunidade. Nosso desejo é que essa interação, na fase que chamamos de pré-ação, seja intensificada na tentativa de melhoramos a abordagem nas ações e reconhecer as necessidades específicas de cada comunidade. 

Qual a razão da dedicação específica de vocês ao sertão?

Pedro: Não nos conformamos em ver, ao nosso lado, um problema relutante, uma gente tão boa e tão sofrida, que patina na busca de melhorias.

Marcele: Somos uma ferramenta de auxílio aos grupos mais necessitados e a nossa intenção é buscar melhorias nas condições de vida dessas famílias, reconhecendo que a seca maltratada e limita as condições de evolução e independência desse povo. Ver que apesar de toda adversidade, brota nesse povo uma resistência incrível. No final, esse convívio nos faz mais fortes. 

Quais os maiores desafios de se manter uma ONG?

Marcele: Atualmente estamos com projetos mais audaciosos, que demandam esforços maiores para arrecadação de verba e que viabilizem a construção de uma fazenda modelo de convivência com a seca. A concretização dessa proposta é no momentos nosso maior desafio. 

Pedro: Nosso caminho é traçado com esforço de todo corpo de voluntários e manter a motivação deles e de parceiros importantes que abraçam a causa também é desafiador. 


Além do suporte material que vocês oferecem as famílias, existe alguma linha educativa?

Marcele: A ONG sempre contemplou o caráter assistencial levando pontualmente durante a ação cesta básica, roupas, brinquedos que sempre são recebidos com imensa alegria. Com o passar dos anos, as oficinas educativas foram se estruturando mais e abordam áreas educativas como cuidados com a saúde, manejos agrícolas, artesanato ou serviços básicos, como design de sobrancelha, e empreendedorismo, na tentativa de dar mais independência aos grupos das comunidades pelas quais passamos.

Como está o calendário da ONG para 2019? Novas ações em vista?

Marcele: Nosso calendário neste ano contará com duas ações maiores que devem ocorrer nos meses de abril e outubro. As inscrições para voluntários devem acontecer em fevereiro e agosto. Ao final do ano, no mês de dezembro, temos prevista nossa ação de natal, que acontece em um formato mais reduzido. Em paralelo à estas ações temos o projeto Fazenda Milagre Sertão, que terá o lançamento do layout arquitetônico para janeiro, na General Store, no dia 23, e início de execução prevista para esse ano. 

A ONG Milagre Sertão fica localizada na Rua Antonio Rabelo Júnior, nº 81 Sala 01 e 02 - Miramar. Para outras informações, o número é: (83) 3021-989. No instagram, @milagresertao e o site oficial www.milagresertao.org/.


Redação Paraíba Total
Bia Frade



Outras Entrevistas