Linguagem
Carolina Queiroz

"Os princípios da Governança Corporativa se aplicam a qualquer tipo de organização, independentemente do porte, natureza jurídica ou tipo de controle"

Especialista profere palestra no workshop Governança: Formação e Desenvolvimento Profissional, no dia 16 de maio

Foto: divulgacao
No próximo dia 16 de maio, João Pessoa sedia o workshop Governança: Formação e Desenvolvimento Profissional, que acontece no Sebrae, em João Pessoa. Entre os palestrantes, está Carolina Queiroz, integrante do Projeto Rumo de governança corporativa, que profere palestra com a temática “A importância do Conselheiro na Governança das Empresas”. Carolina Queiroz tem 13 anos de experiência profissional, sendo os últimos 5 na EY. Membro do time que lidera a prática de consultoria para empresas familiares, mercados emergentes e governança para o Brasil e América do Sul, lidera trabalhos com gestores, conselhos de Administração e famílias em projetos que envolvem a sucessão, revisão da estrutura organizacional e estrutura de governança. Também atua na elaboração de programa de desenvolvimento de executivos e acionistas e herdeiros, avaliação por competências, revisão do modelo de remuneração da liderança, elaboração da estratégia de futuro, elaboração do propósito da família e do grupo.

O woskshop conta com o apoio do Sebrae, IBGC e ABRHPB, e as inscrições já estão abertas no site do evento com vagas limitadas. O investimento é de R$100 para profissionais e de R$50 para estudantes. A conferência entrou na agenda corporativa no estado da Paraíba em 2017, com o intuito de despertar o olhar para as boas práticas de Governança Corporativa & Compliance e já está com sua terceira edição confirmada para o dia 17 de setembro deste ano. Inscrições: http://conferenciagovernanca.com.br/

Confira a entrevista da especialista, que é certificada como Family Firm Advisor, Master Coach, Transformational Facilitator, Six Sigma Green Belt e PMP. 

Por que o tema da governança deve ser uma questão fundamental dentro das empresas? O assunto deve ser discutido só nas grandes companhias?

Os princípios da Governança Corporativa se aplicam a qualquer tipo de organização: independentemente do porte, natureza jurídica ou tipo de controle, portanto a discussão não está restrita apenas às grandes companhias.  A Governança Corporativa é o sistema pelo qual as empresas são dirigidas, monitoradas e incentivadas, é um modelo que direciona as ações da companhia para assegurar foco na performance do negócio.

Como e quem deve escolher o conselheiro?

Os sócios devem indicar candidatos ao conselho considerando o alinhamento destes com os princípios e valores da organização, a experiência, a competência técnica, a reputação e a capacidade de atuar de forma independente.Todo o processo de escolha e Indicação de conselheiros deve seguir as regras de governança previamente estabelecidas pela empresa.

Como deve ser a atuação dele dentro da empresa? No que ele pode ajudar na gestão?

Os conselheiros devem atuar no processo de decisão da organização no que se refere ao seu direcionamento estratégico. Conforme interesse da organização, compete ao conselheiro monitorar a diretoria e ser o elo entre ela e os sócios.

As empresas pequenas ainda têm muitas dúvidas sobre as boas práticas? Ou estamos evoluindo em relação a isso?

Acredito que a realização de eventos como este que vamos participar no dia 16 de maio ajudam a disseminar o conhecimento e desmistificar o tema da governança corporativa. Mas o caminho é longo. Muitas vezes as empresas pequenas acham que elas precisam primeiro fazer o negócio crescer para depois pensar em Governança. Mas não enxergam que a Governança pode ser fundamental para estruturar o seu crescimento.

Quais os princípios fundamentais da governança? Quando é a hora e serem implantados?

Os princípios da Governança são a Transparência, Equidade, Prestação de Contas e Responsabilidade Corporativa. Idealmente a implantação desses princípios pode e deve ocorrer desde a fundação da empresa. Mas se ao iniciar a empresa, não existia este nível de consciência, é possível iniciar a qualquer momento. O quanto antes, maiores serão os benefícios e menores os riscos. 



Assessoria



Outras Entrevistas