Linguagem
Marina Sá

“Somos parceiros do setor de alimentação fora do lar e estamos trabalhando muito forte para crescermos juntos com os profissionais do segmento”

Organizadora da Restaurant Week e fundadora da Cantaloupe fala sobre o evento que acontece entre 16 de outubro e 8 de novembro

Foto: divulgação
Em edição especial, acontece entre os dias 16 de outubro e 8 de novembro, o Restaurant Week, em João Pessoa, Campina Grande, Bananeiras e municípios do Litoral Sul. O evento busca incentivar o setor gastronômico no estado, e auxiliar os restaurantes na retomada presencial, em meio a pandemia do coronavirus, além de desenvolver o setor na Paraíba.

Durante os dias de evento, os principais restaurantes irão preparar menus especiais, com harmonizações exclusivas, temáticos e com valoração fixa. Dessa forma, os clientes poderão degustar pratos novos e com um preço abaixo no comum. Cerca de 40 estabelecimentos de várias cidades participam do Restaurant Week oferecendo oportunidade e acesso à alta gastronomia, e um movimento especial no mercado durante um período de baixa sazonalidade.

Em entrevista exclusiva para o Paraíba Total, Marina Sá, organizadora da Restaurant Week e fundadora da Cantaloupe, ofereceu informações inéditas sobre como será esta edição, as expectativas da organização, como o evento pode auxiliar o setor, o Prêmio Cantaloupe e a ação social realizada no evento em prol da ONG Milagre Sertão.

1) Como será o formato da próxima edição da Restaurant Week na Paraíba?

Essa vai ser uma edição muito especial da Restaurant Week, porque temos todo esse contexto de volta das atividades dos restaurantes, o que está sendo bastante desafiador para todos nós. O evento acontece entre os dias 16 de outubro e 8 de novembro e segue com a ideia de levar o público para dentro dos restaurantes e promover a gastronomia de maneira completa, com entrada, prato principal e sobremesa, de modo que os visitantes conheçam todo o potencial da gastronomia realizada na Paraíba.

Essa edição já nasce diferente porque trazemos restaurantes de várias cidades. Ampliamos nossa atuação e devemos ter cerca de 40 participantes de João Pessoa, Campina Grande, Bananeiras, Cabedelo, Litoral Sul além de representantes do Sertão do Estado.

Trabalhamos também para aqueles clientes que preferem receber o menu em casa. Então, os restaurantes terão essa opção do delivery. O mais importante é que todos possam conhecer as potencialidade e qualidade da gastronomia realizada por grandes profissionais.

2) Qual a expectativa da organização, visto o sucesso do ano passado em João Pessoa?

A gente ficou muito feliz com a resposta e aceitação dos restaurantes e parceiros. Tivemos uma resposta incrível assim que finalizamos a edição do ano passado, com muita gente já querendo entrar de novo. Por isso, tivemos que ampliar o escopo do festival, por uma demanda mesmo dos proprietários de estabelecimentos que não participaram em 2019 e ficaram muito interessados para entrar neste ano.

Isso estimula muito a nossa equipe e faz com que a gente queira fazer, a cada edição, um festival ainda mais especial e cheio de novidades. As pessoas que vão participar da Restaurant Week deste ano vão se surpreender com tudo o que vamos apresentar.

Já temos confirmado até o momento o lançamento do evento para imprensa e influenciadores, a Ação Social com a ONG Milagre Sertão, a criação do Prêmio Cantaloupe - onde um júri secreto vai escolher os melhores pratos do festival - a parceria com grandes marcas como PBGás, São Braz, Voiller, entre outras coisas que devemos apresentar nos próximos dias.

3) O setor de bares e restaurantes foi um dos mais afetados com a pandemia. Como o evento pode ajudar neste sentido e qual a sua visão para a retomada do mercado a curto e longo prazo? 

Este foi um ano muito duro e difícil para todos. Muitos tiveram perdas pessoais irreparáveis e não podemos esquecer disso.

Mas dentro da economia, os bares e restaurantes foram muito afetados, porque dependem de tudo que foi parado: circulação de pessoas, contato humano, servir com alegria. O que restou aos empreendimentos foi o delivery de comida, que ajudou alguns empresários, mas não era o suficiente para manter toda a operação funcionando 100%.

Agora, com a volta do atendimento presencial, temos a oportunidade de retomar essa relação tão forte entre os clientes e os seus bares e restaurantes favoritos, além de apresentar novos lugares para uma clientela que está ansiosa por sair também do isolamento social e retomar o contato com as pessoas queridas.

E este é um dos objetivos principais da Restaurant Week 2020: levar novamente os clientes para os bares e restaurantes e retomar o movimento nos restaurantes, que foram atingidos drasticamente por essa parada forçada. Somos parceiros do setor de alimentação fora do lar e estamos trabalhando muito forte para crescermos juntos com os empreendedores e trabalhadores do segmento.

4)  Como será feita a eleição do prato e do local e quais critérios serão avaliados pelo júri? O que o restaurante e o chef ganham?

Ainda estamos fechando o formato desta premiação, mas posso já dizer que este será um dos pontos altos da Restaurant Week 2020. O Prêmio Cantaloupe vai escolher o melhor prato, entrada e sobremesa, além de destacar o trabalho de chefs e proprietários de restaurantes. Acredito que a gente vai impactar muito o segmento e levantar realmente o ânimo de todo mundo, porque vão estar todos de olho nessa premiação. Para essa premiação, teremos uma curadoria da editora da Revista Veja Comer & Beber, Mônica Santos, que já foi nossa parceira em outros projetos

5) O ano passado a ONG Milagre Sertão foi beneficiada. Como será o braço social do evento neste ano? 

Novamente fechamos essa parceria importante com a ONG Milagre Sertão, que faz um trabalho espetacular e promove soluções eficazes no desenvolvimento de sistemas sustentáveis através do empoderamento das famílias que sofrem com os efeitos da seca na Paraíba.

O projeto busca soluções efetivas e duradouras contra os efeitos da seca, como a implantação de sistemas de comércio solidário sustentável, instalação de poços, cisternas, realização de cursos de capacitação para o melhor aproveitamento dos recursos naturais e consequente amenização dos efeitos desse fenômeno natural.

Vamos manter a mecânica igual ao ano passado, quando o cliente poderia acrescentar na conta final o valor a partir de R$ 1,00, que era destinado ao projeto.

6) Algo mais a acrescentar?

Uma notícia em primeira mão, é que acabamos de fechar uma parceria com a Faculdade Maurício de Nassau, onde os alunos do curso de Gastronomia da entidade participarão de um programa de estágio dentro dos restaurantes participantes do festival.

Além disso, a gente espera que as pessoas prestigiem e curtam muito o projeto. Restaurant Week é o maior festival de gastronomia do Brasil e acontece há 13 anos em 12 estados e no Distrito Federal. E a Paraíba, apesar de estar ainda na sua segunda edição, já se destaca no cenário nacional, pela participação de restaurantes e também do público.


Redação
Paraiba Total



Outras Entrevistas