Linguagem

O Segredo da Dinamarca

Autor: Autor: Helen Russell
Editora: Editora: Leya

Quando eu disse a um amigo meu que morou uns anos na Dinamarca que estava começando a ler este livro, ele me disse: "Ah, a Dinamarca! Meu país socialista preferido!". Me instigou muito essa afirmação, já que se trata de um país de uma economia mista capitalista e muito rico. Mas sim, a Dinamarca tem o mais alto nível de igualdade de riqueza do mundo e vivem muito bem, de forma harmônica, saudável e equilibrada. Segundo o meu amigo e o próprio livro. 

"O Segredo da Dinamarca" conta história da mudança de Helen, uma inglesa que trabalhava em uma revista em Londres, cujo o marido é convidado a integrar a equipe da LEGO na Dinamarca. O livro é narrado por ela mesma. O casal tem todo o incentivo e ajuda da empresa para a mudança. Ao chegar lá, ela descobre que eles trabalham apenas 30 horas por semana, que saem do trabalho às 16h para buscar seus filhos e podem ficar desempregados que o governo dá auxílio para que ninguém passe fome. Descobre também que, apesar dos altos impostos, as pessoas não têm dinheiro sobrando, mas investem uma quantia justa em móveis de qualidade e acessórios para casa. A casa é sagrada. 

Os dinamarqueses valorizam a estética  e praticam o estilo “hygge”, palavra sem tradução, mas que descreve vagamente “desfrutar pequenos prazeres da vida”. Isso inclui, por exemplo, passar um tempo em casa com seus familiares em um ambiente confortável, ou compartilhar uma refeição com seus amigos em torno da mesa. Inclui ainda tomar um chá, curtir o silêncio, ler um bom livro e comer um doce, por exemplo. 

De linguagem simples e bem humorada, "O Segredo da Dinamarca" vale cada página para aprendermos a dar valor a coisas muito acessíveis da vida - mesmo para moradores de um país tão injusto quanto o nosso. 



Fonte: Andréia Barros Editora Paraíba Total