Linguagem
Vistoria

MEC fará pente fino em cursos de direito em 2014

O objetivo é ver a alta reprovação no exame da Ordem

Foto: Internet
A partir de janeiro de 2014, o Ministério da Educação fará visita in loco a 740 cursos de direito no país, o que corresponde a cerca de 48% das graduações nessa área ofertadas por instituições federais e privadas. O objetivo é superar o "impasse" referente aos altos índices de reprovação dos profissionais no exame da Ordem.

Fatores como infraestrutura, formação do corpo docente e organização didático-pedagógica serão analisadas. Os 740 cursos selecionados são aqueles que em 2014 estarão em processo de renovação de reconhecimento junto ao ministério --o que é feito a cada três anos.

Normalmente, esse processo, no entanto, não exige visitas in loco. Tanto a Ordem dos Advogados está aberta a reavaliar o seu processo de credenciamento dos advogados, como o MEC fará uma radiografia muito rigorosa para avaliar nossos cursos de direito.

Desde o início do ano, o ministério debate uma reformulação do curso e mudança na oferta de vagas. Há nove meses, não há criação de novos cursos de direito.



Folha de São Paulo