Linguagem
Expectativa

Black Friday 2015 pode reverter mau momento no varejo

Para o comércio eletrônico a expectativa é de crescimento de 15%

Foto: internet
Em tempos de recessão, a Black Friday 2015, que será realizada em 27 de novembro, pode ser a chance de melhorar os resultados, tanto no e-commerce quanto no varejo físico.”E de faturar mais do que no Natal”, como afirma Emílio Alfieri, economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Segundo ele, é uma chance de tentar reverter o mau momento do varejo brasileiro, que deve encerrar o ano em queda de 5%, de acordo com projeções da ACSP. Porém, é preciso se preparar porque a movimentação já começou.Se a projeção para o varejo é fechar este ano no vermelho, para o comércio eletrônico a expectativa é de crescimento de 15% em 2015, segundo projeções da E-bit no 32º Relatório Webshoppers.

Esse crescimento será muito estimulado pelo evento promocional, que representa dois meses e meio do faturamento mensal do varejo eletrônico, de acordo com Gerson Rolim, diretor de comunicação e consultor do Comitê de Varejo da camara-e.net.

“O consumidor está com menos dinheiro no bolso, com medo de perder o emprego, o dólar está disparando e a inflação, galopante. Mas é nos momentos de crise que, mais do que nunca, ele quer pagar o menor valor possível pelo produto ou presente que precisa comprar”, diz.



Newtrade