Linguagem
Inteligência e prevenção

Mercado de Segurança Patrimonial cresce na Paraíba

Empresas investem em equipamentos cada vez mais inovadores

Foto: divulgacao
Dados de segurança pública apontam que o Brasil tem hoje a terceira maior taxa de roubos da América Latina. Em João Pessoa, no ano passado, segundo estatísticas, houve um prejuízo estimado em  R$ 1 milhão, apontados nos mais de 40% dos boletins de ocorrência registrados. Furtos e arrombamentos em residências também cresceram em torno de 20% em todos os bairros da Capital.

Por conta disso, as empresas de segurança patrimonial têm investido pesado em prevenção e inteligência na proteção seja residencial ou comercial.  Uma dessas novidades  é o vídeo mapeamento via fibra óptica, oferecido de forma pioneira na Paraíba pela empresa Planserv. Com 14 anos no mercado de segurança eletrônica e terceirização de mão-de-obra, a empresa atende demandas de toda a Paraíba e dos estados vizinhos do Rio Grande do Norte, Pernambuco e do interior do Ceará. 

De acordo com o gerente de Projetos de Segurança Patrimonial da Planserv, Mouhamad Almahmoud, o serviço que tem sido mais procurado é o de vídeo mapeamento, seguido do de portaria virtual para empresas e condomínios, além de serviços de terceirização de mão-de-obra, tais como portaria ostensiva, serviços gerais, bombeiro civil. "O vídeo mapeamento é inovador na segurança patrimonial eletrônica. Trata-se de um monitoramento de imagens que conta com o uso de uma moderna rede de fibra óptica (ponto a ponto) em conjunto com um software de gestão de imagens que possibilita fazer cercas virtuais internas e externas, gravações remotas e detecção de movimento antes mesmo que haja a consumação de um arrombamento”, detalhou Mouhamad . 

Aparelhos ou segurança armada?  - Saber escolher entre colocar aparelhos ou utilizar uma segurança armada é importante para o tipo do patrimônio e um consultor pode ajudar nesta escolha. “Cada recurso deste tem a sua devida empregabilidade e eficácia. Na maioria dos casos, a segurança eletrônica é aliada a vigilância humana para prevenir sinistros e esclarecer ocorrências. O sistema de câmeras, por sua vez, tem um maior alcance e maior campo de visão. Já o sistema de alarme monitorado tem um custo baixo e possibilita um acompanhamento em tempo real do estabelecimento, informado possíveis alterações e detecções de movimento indesejadas para tomada de medida junto às forças públicas de segurança”, explicou ele.  

Investimento  - Para se obter os produtos e serviços, Mouhamad garante que o investimento não é tão alto, diante do retorno obtido em tranquilidade e zelo pelo patrimônio. “Em termos de monitoramento eletrônico, por exemplo, inicia-se em com um investimento de R$ 150. Os valores variam de acordo com a necessidade do local. Existem locais que precisam de mais equipamentos e serviços agregados devido ao seu alto risco. O consultor de segurança vai até o local justamente para fazer esta avaliação e apresentar o projeto em forma de orçamento”, detalhou.

Em João Pessoa, a sede da empresa está localizada na Av. Nossa Senhora de Fátima, 1952, Torre. Outras informações pelo site e/ou pelos telefones: (83) 3225-4784/ 3225-4663.




Assessoria