Linguagem
Em João Pessoa

FIEP terá palestra com relator da Reforma Tributária nesta terça-feira (18)

O evento será realizado às 17h, no Teatro Armando Monteiro Neto, na sede da entidade

Foto: internet
A Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP) traz para debate com a sociedade paraibana, nessa terça-feira (dia 18), em João Pessoa, a palestra proferida pelo deputado federal Luiz Carlos Hauly Relator da Reforma Tributária, que tramita no Congresso Nacional, apresentando as principais linhas da reforma. O evento será realizado às 17h, no Teatro Armando Monteiro Neto, na sede da FIEP à Rua Rodrigues Chaves, 90 Centro em João Pessoa e será aberto ao público.

A programação está sendo coordenada pela Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), com o apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A reforma traz como um dos principais benefícios, a simplificação dos impostos e a forma de cobrança dos mesmos, exigindo bem menos esforço das empresas no que diz respeito ao planejamento do pagamento destes impostos que acaba sendo algo complexo na rotina administrativa das empresas industriais. “A classe empresarial tem todo interesse em colaborar para a aprovação da reforma que está sendo aguardada com grande expectativa pelos industriais”, disse o presidente da FIEP, Francisco de Assis Benevides Gadelha.

Para o líder empresarial, Francisco Gadelha, essa é uma das reformas mais importantes para todos os estados brasileiros, especialmente para a Paraíba que terá um aumento na arrecadação em torno de 1 bilhão de reais possibilitando ao governo uma flexibilidade maior na liberação de incentivos fiscais que, certamente estimularão a implantação de novas empresas, a modernização e ampliação de empreendimentos que geram emprego e renda no Estado.

O posicionamento do relator da Reforma Tributária, Luiz Carlos Hauly, é favorável à classe empresarial. Para ele, o sistema tributário brasileiro é contra a produção e o emprego. Segundo Hauly, hoje o Brasil tem a 20ª maior carga tributária do mundo. Isso, associado à complexidade do sistema, prejudica o crescimento econômico.

Para mais informações os interessados devem entrar em contato pelo telefone (83) 3533-5585, em João Pessoa.



Assessoria