Linguagem
Spark

Amazon cria rede social para vender mais

A Spark é parecida com o Instagram

Foto: Internet
A Amazon nasceu como loja de livros na internet, mas hoje ela é muito mais que isso. Adquiriu uma rede de supermercados, tem seus próprios dispositivos e até serviço de streaming de filmes e séries, como a Netflix.

Como se não bastasse, ela acabou de lançar outro serviço: a rede social Spark, parecida com o Instagram.

Na rede, os consumidores são encorajados a postar fotos de itens que compraram pela varejista online e recomendar, dar dicas e sugestões sobre os produtos.

“Amazon Spark é um lugar para descobrir coisas de pessoas que compartilham interesses com você. Seja se você está procurando inspiração para a decoração da sua casa ou se está buscando conselhos sobre os melhores tênis ara corridas de longa distância, Spark facilita a descoberta – e compra – de histórias e ideias de uma comunidade que gosta do que você gosta”, diz a companhia no seu site.

Mais do que uma nova rede social, o lançamento representa a força da companhia para e engajar e fidelizar seus consumidores. É também um novo canal de vendas. Ao clicar em um produto, ele é automaticamente incluído no carrinho de compras da Amazon.

A falta de links para direcionar usuários à página de compras é uma grande reclamação de empresas em relação ao Instagram e essa funcionalidade pode ser uma grande vantagem para a varejista online. Assim como na concorrente, alguns posts e influenciadores são pagos para divulgar certos produtos.

Maior varejista em valor de mercado, a Amazon ganha uma nova ferramenta para ser ainda mais poderosa.



New Trade