Linguagem
SPC Brasil e CNDL

Inadimplência do consumidor abre o ano com alta de 2,10%

Em cada dez dívidas pendentes no Brasil, cinco são com instituições bancárias

Foto: internet
Ao contrário do número de devedores que cresceu nesse início de ano, volume de dívidas cai -1,94% em janeiro. Em cada dez dívidas pendentes no Brasil, cinco são com instituições bancárias

Apesar dos sinais mais claros de retomada da economia, a inadimplência do consumidor vem se mantendo em um patamar elevado. Segundo dados apurados pelo Indicador de Inadimplência do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o volume de brasileiros com contas em atrasos e com restrições no CPF abriu o ano de 2018 com alta de 2,10% na comparação com o mês de janeiro do ano passado. Trata-se do crescimento mais expressivo desde junho de 2016, quando a alta fora de 2,78%. Na comparação mensal, ou seja, com dezembro de 2017, sem ajuste sazonal, o aumento na quantidade de devedores foi de 0,96%, a maior desde maio do ano passado.

Segundo estimativa do SPC Brasil e da CNDL, atualmente são mais de 60,7 milhões de consumidores brasileiros inscritos em cadastros de inadimplentes, número que representa aproximadamente 40% da população adulta que reside no país.




Assessoria