Linguagem
Casa

Com qual frequência precisamos lavar cortinas, tapetes e sofás?

Especialista explica a importância de lavar tais itens periodicamente

Além de se preocupar com a limpeza de peças de vestuário ou cama, mesa e banho, itens que englobam a decoração de casas e apartamentos também necessitam de cuidados especiais. Neste caso, cortinas, tapetes, almofadas e sofás devem ser lavados periodicamente, evitando assim o amarelamento do tecido, além do acúmulo de poeira e outros tipos de sujeira que podem trazer problemas à saúde dos moradores. Pensando nisso, a especialista em cuidados têxteis da 5àsec, Marinês Cassiano, dá dicas sobre a frequência com que tais peças precisam ser limpas.

No caso de capas de sofá, por exemplo, a recomendação básica é de que sejam lavadas, ao menos, duas vezes por ano. Mas, caso a residência conte com animais de estimação e crianças, ou seja um lugar que conta com o acúmulo intenso de poeira, a frequência deve ser aumentada para uma vez ao mês. O mesmo vale para as capas das almofadas, que ajudam a compor a decoração da sala. “Além de efetuar a lavagem de tais itens, também aconselhamos que as janelas sejam abertas diariamente, deixando o sol entrar e fazendo com que o ambiente fique arejado”, explica Marinês Cassiano.

Outro item essencial de decoração que merece atenção são as cortinas. O fundamental é efetuar a lavagem a cada três meses, caso seja um local que conte com muita poluição. Caso contrário, duas vezes ao ano é o suficiente para a limpeza da peça. Segundo a especialista em cuidados têxteis da 5àsec, o que muitos não sabem é que algumas cortinas ficam fragilizadas pela luz artificial ou natural, fazendo com que o tecido possa ficar amarelado. Dessa forma, o certo é lavá-las em uma frequência maior. Para guarda-las, opte por sacos de TNT e evite sacos plásticos, que não deixam as fibras respirar. 

Com relação aos tapetes, os cuidados devem ser redobrados, ainda mais se os moradores não têm o hábito de retirar os calçados quando chegam da rua. Isso ocorre porque este tipo de peça acumula um número considerável de fungos e bactérias, por ser um local onde as pessoas pisam constantemente. Além disso, a lavagem deve ser realizada levando em consideração o tipo de material que o tapete é fabricado. “Os mais pesados, por exemplo, podem ser lavados duas vezes por ano, por meio de procedimentos diferenciados e que variam conforme a composição. Os mais leves, geralmente colocados nos banheiros ou na cozinha, devem ser limpos mensalmente, para evitar a propagação de doenças e promover a limpeza do ambiente em sua totalidade”, finaliza Marinês Cassiano.