Linguagem
Operação

Empresas poderão emitir suas próprias apólices de Seguro Garantia para Depósito Recursal

Aon lança sistema exclusivo de emissões de garantias recursais da empresa

Foto: Divulgação
Com a entrada em vigor da reforma trabalhista, a consultoria e corretora de seguros Aon lança sistema operacional que permite que o departamento jurídico das empresas possam emitir suas próprias apólices de Seguro Garantia Judicial com mais agilidade e simplicidade.

A emissão de apólices judiciais na sistemática comum leva até 48 horas, contudo para emissão de depósitos recursais a ferramenta concluirá a emissão em poucos minutos. "Normalmente o cliente nos envia a solicitação para análise e subscrição, contudo por se tratar de um objeto padrão e com grande frequência de emissão, esta sistemática ficaria inviável operacionalmente, o que nos fez desenvolver uma metodologia mais eficaz para estas demandas", diz Daniela Durán, gerente de Produtos Financeiros da Aon.

Esse prazo já era considerado bastante rápido. Mas com a inclusão do Seguro Garantia Judicial na CLT, a Aon prevê um aumento de demanda que não seria suportado pelo antigo processo. "Como o ticket médio é baixo e o volume é enorme, nós procuramos uma seguradora parceira interessada no desenvolvimento de uma ferramenta que viabilizasse a emissão dentro do cliente, pulando assim uma etapa no fluxo de solicitações", comenta Daniela Durán.

A executiva diz que o sistema é muito simples e intuitivo. "O cliente já vai saber antecipadamente qual é o valor do prêmio para cada garantia. O jurídico da empresa vai precisar apenas selecionar o tipo de depósito e preencher alguns poucos dados antes de emitir a apólice", explica.

Os clientes terão um limite pré-aprovado (através de consulta previa), que poderá ser aumentado de acordo com suas demandas.

Uma outra vantagem operacional, é que a cobrança poderá ser feita em boletos mensais, de forma semelhante a uma averbação. "Se nós fossemos gerar um boleto para cada apólice, o volume de boletos para pagar seria muito alto. Por isso, reuniremos todas as emissões do cliente no mês e poderemos gerar apenas um boleto no período", detalha Durán.

De acordo com a executiva da Aon, a procura por esse tipo de produto é muito grande e muitos clientes já estão operando com a plataforma. "A demanda é espontânea. Estamos sendo procurados por muitos clientes. A Reforma Trabalhista incluiu o Seguro Garantia Judicial na CLT e nossa expectativa é que o número de emissão de apólices de Seguro Garantia Judicial tenha um aumento de 300% nos próximos 2 anos", conclui Daniela Durán.




Assessoria