Linguagem
Aplicativo

WhatsApp vira aliado de micro e pequenos empresários para divulgar seus serviços

Pesquisa realizada pelo Sebrae mostra que 66% dos MPEs paraibanos afirmam que se comunicam com seus clientes pela ferramenta

Foto: Internet
O aplicativo de troca de mensagens WhatsApp tem se tornado uma grande aliada dos micro e pequenos empresários para estreitar o relacionamento com seus clientes. A ferramenta tem ultrapassado inclusive o Facebook, comumente utilizado para divulgar os serviços das empresas, com suas páginas. É o que mostra a pesquisa “Transformação Digital nas MPE”, realizada pelo Sebrae. Enquanto que 66% dos entrevistados paraibanos afirmaram que se comunicam com seus clientes pelo WhatsApp, o número de empresas que possuem uma página no Facebook é de 33%.  Em seguida, aparece o Instagram, com 30%, e o Google Maps, com 17%.

No WhatsApp, eles disponibilizam informações sobre produtos e serviços da empresa (59%), fazem o atendimento do cliente "online" (55%), e fazem o cadastro do cliente (25%). Apenas 11% dos entrevistados afirmaram não utilizar o WhatsApp na empresa e 23% disseram não acessar a internet.

De acordo com a analista do Sebrae Paraíba, Ivani Costa, o WhatsApp conquistou as pessoas pela praticidade, velocidade e baixo custo na interação. "Assim, traz a vantagem de conexões e resoluções rápidas junto aos clientes", explica.

A pesquisa “Transformação Digital nas MPE”, realizada pelo Sebrae entre abril e junho deste ano, e que identificou a informatização das micro e pequenas empresas, avaliou como o setor está envolvido no processo de mudança para a era digital, confirmando o crescimento do grau de informatização das empresas de micro e pequeno porte.

Outros dados apontados pela pesquisa foram que 77% dos entrevistados na Paraíba afirmam acessar a internet, sendo a maioria com alta escolaridade até 44 anos; que o celular é o item de informática mais utilizado  nas empresas (90%), seguido do computador ou notebook (69%) e tablet (12%); e que os usos mais comuns da internet são o uso do e-mail (73%), pesquisa de preço / fornecedores (51%), acesso a serviços bancários (48%), divulgação institucional da empresa (47%), exposição de produtos da empresa (44%) e acesso a serviços do governo (39%).




Sebrae Paraíba