Linguagem

Genuinamente paraibana, cachaça Matuta está entre as melhores do País

Marca foi premiada na categoria “Cristal” pelo segundo ano consecutivo com Medalha de Prata na Expocachaça

A cachaça Matuta, do Engenho Vaca Brava, localizado na histórica cidade de Areia (PB), foi destacada como sendo uma das melhores do País. Este ano, foi premiada na categoria “Cristal” pelo segundo ano consecutivo com Medalha de Prata na Expocachaça, conhecida como a maior e mais importante e conceituada vitrine mundial da cadeia produtiva e de valor da cachaça. Ela foi uma das 650 inscritas de 20 estados do Brasil e é a única do Nordeste listada. “Ser reconhecida nacionalmente fortalece a representação da cachaça paraibana para nós. Estamos muito felizes em receber o prêmio mais uma vez e ser a única do Nordeste a estar entre as melhores”, comemora a sócia diretora da Cachaça Matuta, Germana Leal Freire.

Com uma personalidade marcante, a “Cristal” é brilhante e límpida. “É uma cachaça frutada que lembra a própria cana de açúcar e proporciona uma sensação adocicada após o consumo. Além de ser degustada pura, faz uma combinação perfeita em drinks e caipirinhas. É produzida a partir da cana de açúcar crua especialmente selecionada, caldo fermentado naturalmente destilado em alambiques “chaleira” de cobre, aliando tradição, técnica e equipamentos modernos, garantindo uma cachaça de qualidade.




Assessoria