Linguagem
Empreendedorismo feminino

Gestão feminina e foco na qualidade formam receita de sucesso de empresa de sorvetes e picolés de João Pessoa

Negócio, que planeja expansão no Nordeste, recebe apoio do Sebrae Paraíba

Quem frequenta as praias da capital paraibana já deve ter se deparado com carrinhos de picolé e sorvete da marca Casitus. Marca criada há 18 anos, atualmente os produtos podem ser encontrados em mais de 50 cidades paraibanas e, para além das praias, também estão em supermercados, lojas de conveniência e farmácias. O grande diferencial da empresa é a qualidade dos produtos, que hoje conta com mais de 40 sabores de picolé e sorvete, incluindo uma linha fitness, além da força do empreendedorismo feminino, que tem apoio do Sebrae Paraíba.

De acordo com a sócia proprietária da Casitus Sorvetes, Renate Negreiros, a visão de coletividade foi o principal motivo para optar por uma gestão feminina na empresa. “A mulher tem uma visão de crescimento em união, ou seja, todos devem evoluir juntos. Além disso, é mais compreensiva ao lidar com o cliente e funcionários. Inicialmente, abri a empresa com o meu esposo, mas logo me juntei à minha irmã justamente porque pensamos dessa forma”, afirmou.

Quando a empresa foi criada, nos anos 2000, a empreendedora observou uma oportunidade de negócio. “Percebi que os picolés vendidos nas praias não tinham muita qualidade e, então, decidimos entrar nesse ramo e focar na qualidade do produto, e com um formato diferenciado, ou seja, com pedaços de fruta. Depois, senti a necessidade de aperfeiçoamento e capacitação e foi aí que busquei o Sebrae. Inicialmente, eu fiz cursos e capacitações e, depois, a equipe de vendas”, contou Negreiros.

Para a empreendedora, o apoio do Sebrae foi fundamental na consolidação do seu negócio porque possibilitou o aprendizado e o uso de ferramentas de gestão na prática, a exemplo do Projeto Agentes Locais de Inovação (ALI), que estimula a inovação em pequenos negócios. “Aprendemos quais são os processos, pontos fortes e fracos e como implementar as ferramentas necessárias, ou seja, tiramos o projeto do papel. Além disso, não é fácil expandir em locais onde as pessoas ainda não conhecem o produto, mas já planejamos a expansão para Pernambuco a partir do próximo ano”, comentou a sócia proprietária da Casitus.

A analista técnica do Sebrae Paraíba, Cláudia Pereira, afirma que, como ferramenta de acompanhamento que fomenta a inovação, o programa ALI há mais de dez anos vem construindo um ambiente inovativo, no qual as micro e pequenas empresas tornam-se protagonistas no desenvolvimento do país. “A Casitus Sorvetes, assim como centenas de empresas que são ou já foram acompanhadas pelo Programa ALI, é prova de que essa parceria vem dando certo ao aplicar as ferramentas e, conjuntamente, construir caminhos para melhor gerir processos. Ao comemorar o dia das micro e pequenas empresas, razão de ser do Sistema Sebrae, reconhecemos todas que, direta ou indiretamente, tem transformado e sustentado a economia do Brasil”, frisou.




sebrae PB