Linguagem
Redes sociais

Especialista em marketing digital dá dicas para se proteger de vazamentos de dados

Simone Siqueira explica como amenizar os riscos de exposição de informações

Vazamentos de dados se tornaram práticas recorrentes na internet, seja por meio de ataques cibernéticos - como o que aconteceu este mês, expondo cerca de 772 milhões de e-mails e 21 milhões de senhas em um fórum para hacker ou por falhas nos mecanismos de redes sociais e aplicativos, ter dados divulgados na web pode resultar em invasões em dispositivos e estelionato. Pensando nisso, a especialista em marketing digital e vendas online, Simone Siqueira, separou 12 dicas para melhorar a segurança na hora de utilizar a rede.

Cuidado com as publicações Pense bem antes de postar qualquer conteúdo pois, mesmo que seja apagado depois, outras pessoas podem ter visto, salvo ou mesmo compartilhado. Isso se aplica a imagens, textos e áudios e a precaução deve se estender, inclusive, para o WhatsApp.

Senhas Evite compartilhar informações de login e, caso isto seja necessário, troque-o assim que possível.

Grupos e comunidades Esteja atento ao participar de grupos no WhatsApp e Telegram. Cheque a privacidade de imagem de perfil, nome e descrição.

Seja criterioso Selecione bem seus contatos, impedindo assim de ser incluído em grupos indesejados.

O menu ‘Privacidade’ do WhatsApp pode ser um aliado Ao acessar essas opções, pode-se escolher exatamente o público que poderá acompanhar seus status. Lembrando que, neste caso, é fundamental seguir a dica anterior e ser criterioso com a lista de contatos, porque muitas pessoas se sentem seguras em compartilhar publicações no aplicativo e se esquecem de verificar quem pode visualizá-las.

Autenticação de dois fatores A maioria das pessoas ignora esse tipo de opção, mas essa proteção é uma medida de segurança extra, que solicitará um código de confirmação, via SMS ou e-mail, sempre que um dispositivo desconhecido se logar às suas contas. Aplicativos como Google Authenticator e Duo Mobil também podem ser utilizados nesse processo, integrando-se às contas e gerenciando esse tipo de verificação.

Conta privada O Instagram é uma das redes sociais mais populares do momento. Caso a sua conta não seja focada em negócios, uma excelente forma de se proteger é ativando a opção de ‘conta privada’ e, dessa maneira, ter controle sobre quem são seus seguidores e com quem compartilhar seu conteúdo.

Stories Ainda falando do Instagram, atualmente é possível escolher quem pode visualizar seus stories. Para isso basta ir até ‘controles dos stories’, no menu ‘configurações’, e acessar a opção ‘ocultar story de’ e selecionar os perfis os quais deseja restringir o acesso aos Stories.

Melhores amigos Nos Stories também pode-se criar uma lista personalizada de amigos. Vá em ‘Melhores amigos’, no menu ‘Configurações’, e escolha os contatos. A partir daí, seus Stories aparecerão somente para esses perfis, distinguidos com um círculo verde ao redor.

Exposição de fatos cotidianos Publicar informações sobre o colégios dos filhos – às vezes até por meio de fotos de crianças uniformizadas -, locais que frequenta, fotos do carro novo ou casa nova pode ser um perigo na rede, exigindo atenção redobrada.

Check-ins Atente-se aos aplicativos que pedem para utilizar sua localização. Fazer check-in e postar publicações que mostram onde você está sempre te expõem. Se é interessante para o post ter a localização, deixe para publicá-lo quando estiver saindo.

Cartões de crédito Com o aumento de vendas pelo WhatsApp, tornou-se comum enviar fotos de cartão crédito. Na verdade, o correto é não compartilhar fotos e nem os números desses meios de pagamento pelo aplicativo.

Simone Siqueira teve sua primeira experiência como empreendedora aos 16 anos, como professora de piano, profissão que norteou sua primeira formação superior. Já na década de 1990 abriu uma empresa voltada à computação para crianças e, por isso, investiu em uma licenciatura na área, que a levou a atuar com tecnologia aliada à Educação, de forma autônoma. Desde então fez outras especializações, como Design Instrucional, MBA em Administração e Marketing Digital. Desde 2011 está à frente da empresa Educação Digital e há seis anos ingressou no universo do marketing digital com o propósito de ajudar pessoas a criar, de forma estratégica, network de qualidade nas redes sociais, produzindo conteúdos que agreguem valor à sua marca, resultando na conquista de uma forte Identidade digital.




Assessoria