Linguagem
Grande aposta

Mercado de festas e eventos cresce 14% ao ano e tem boas projeções para 2019

Setor que movimenta mais de R$ 17 bilhões aposta em marketing experiencial e novo conceito de ‘Bem Receber” como tendência para este ano

O mercado de festas e eventos é um dos poucos que prosperam na contramão da crise. Dados apontam que esse segmento cresce, em média, 14% ao ano, segundo a Associação Brasileira de Empresas e Eventos (ABEOC). Diga-se de passagem, o brasileiro é eleito um dos povos mais carismáticos e festeiros do mundo.

Mesmo com o cenário instável, novos temas e formas de celebrações surgem da noite para o dia. Para se ter uma ideia, esse setor movimentou R$ 17 bilhões em cerimônias e festas em 2017, segundo dados da Associação Brasileira de Eventos (Abrafesta).

Com isso, o sinal está verde para quem busca oportunidades de negócios e estabelecer novos nichos nesse segmento. De acordo com a designer de festas e produtora de eventos, Juliana Françozo, profissional conceituada em seu meio, o mercado de festas infantil é uma grande aposta para quem quer empreender.

Pioneira em utilizar flores naturais em festas infantis, a decoradora é reconhecida por dar um toque intimista às decorações, levando bom gosto e personalização. Nessa mesma linha, surgem no mercado temáticas mais ousadas, que buscam inspirações variadas, como o fundo do mar, zoológico, colorido e até no quarto da criança.

Para a designer, o conceito “desconstruído” permanece em alta, seja nos balões de festas infantis, seja nas mesas de cerimônias e eventos sociais. “As misturas de estampas e texturas continuam em alta, já as tendências antigas como cactos, unicórnio, panda e lhamas também devem permanecer fortes”, explica.

Já as marcas e empresas de eventos estão cada vez mais preocupadas com a tecnologia e com o marketing experiencial. Segundo Luciana Locchi, empresária e co-fundadora do Clube da Mesa Posta - primeiro clube de assinaturas para mesa posta e consultorias no setor -,  a tendência é propiciar vivências únicas e personalizadas para o público, como também criar uma nova experiência na arte de decoração e do bem receber.

Com mais de 20 anos no mercado de eventos, a consultora do CMP, explica que alguns fatores influenciaram para que as pessoas resgatassem o convívio ao redor da mesa. No âmbito da arquitetura, notam-se casas com áreas integradas favorecendo um ambiente mais acolhedor. Com a crise econômica nos últimos anos, as pessoas passaram a optar por receber os amigos em casa e até a moda tem chegado às mesas.

Segundo Locchi, o conceito do ‘Bem Receber’ abraça todos os segmentos, possibilitando uma experiência real com base nos momentos que serão compartilhados. “O bem receber é um complemento de todo evento. Muitos cerimonialistas e decoradores pecam em pequenos detalhes, seja na posição errada de um talher, seja na disposição errada de uma mesa posta. O bem receber possui um olhar voltado para o acolhimento como um todo, para que tudo saia perfeito no evento”, explica.

O tema será pauta nas feiras Natal Show, Expo Festas e Parques e Candy & Cake Show, promovidas pela Francal Feiras, que acontecem de 31 de maio a 03 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo. Nos eventos, o Clube da Mesa Posta fortalecerá o mercado por meio de compartilhamento de informações, curadoria de boa parte do conteúdo do evento promovendo debates, seminário exclusivo para lojistas e expositores, palestras focadas no ato de receber, mostra de mesas em parceria com influenciadoras do segmento de festas, workshops, consultoria de decoração e muito mais.




Assessoria