Linguagem
Formação

Disciplina de Empreendedorismo e Sociedade da UFCG vai aplicar metodologia do Sebrae

Professora do curso de Educomunicação integra o Programa de Educação Empreendedora da instituição

No mundo atual, além da exigência de uma formação tradicional, é essencial o desenvolvimento do perfil empreendedor do profissional, que terá mais opções de caminhos para percorrer uma vez que concluir os estudos na universidade. É com esse propósito que o curso de Educomunicação, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), tem em sua grande curricular a disciplina Empreendedorismo e Sociedade como obrigatória aos estudantes. Neste semestre, as aulas terão a aplicação da metodologia do Sebrae pela primeira vez.

De acordo com a professora Danielle Andrade, que ministra as aulas no curso de Educomunicação e parte do programa de Educação Empreendedora do Sebrae, a disciplina prevê a capacitação do estudante tanto na atuação no campo do empreendedorismo, quanto no desenvolvimento pessoal. “No curso, desenvolvemos o perfil autônomo em relação ao mercado de trabalho. Assim, o estudante sai preparado para desenvolver projetos autônomos e operar com gestão dos processos de comunicação. Por isso, é pertinente agregar conteúdo de empreendedorismo à formação desse aluno”, explicou.

A parceria da instituição junto ao Sebrae Paraíba teve início há um ano e meio por causa de um projeto de extensão da disciplina. “Estabelecemos contato e estreitamos relações por causa da extensão, inclusive com visitas dos estudantes ao Sebraelab, em Campina Grande, e agora chegou à disciplina na graduação”, disse a professora. 

O curso de Educomunicação na UFGC possui, atualmente, 220 estudantes matriculados. No semestre 2019.1, cerca de 25 estudantes deverão pagar a disciplina com a metodologia do Sebrae. As aulas também vão contar, além de conteúdo expositivo, com palestras ministradas por analistas do Sebrae. A disciplina tem carga horária de 60 horas. “Nosso desenho pedagógico prevê todo o alinhamento com negócios de impacto social. Dessa forma, aplicamos os conteúdos e desenvolvemos trabalhos junto ao curso”, afirmou a professora.

De acordo com a gestora do programa de Educação Empreendora do Sebrae Paraíba, Nelijane Ricarte, a metodologia do Sebrae tem conceitos e ferramentas ágeis e que aprimora a união da teoria à prática. “Essa será uma forma de aproximar conceitos teóricos da prática em si, com ferramentas de novo modelo mental que vão preparar o aluno para a vivência do mercado de trabalho”, afirmou.




Sebrae