Linguagem
Capacitação

Formação de empreendedores em eventos foca em criatividade e sustentabilidade

Curso é promovido pelo Sebrae Paraíba durante dez módulos

Em tempos de vivência online, a experiência off-line deve ser cada vez mais criativa para se destacar e, assim, tornar-se relevante ao seu público-alvo. Além disso, pesquisas apontam que, em 2019, a demanda por eventos deverá crescer entre 5% e 10%. É com esse entendimento que o Sebrae Paraíba promove o curso de formação de empreendedores em eventos, cujo primeiro módulo teve início nesta segunda (08) e segue até a próxima sexta-feira (12). Além de criatividade, o curso foca na sustentabilidade e tendências do mercado de eventos.

O curso contará com dez módulos, totalizando 200 horas/aula. No primeiro módulo, a formação vai abordar a temática da caracterização geral dos eventos, com pontos tais como tendências do turismo de eventos e negócios; perfil gerencial do organizador de eventos; o profissional de eventos e as exigências do mercado de trabalho; e a legislação para eventos.

De acordo com a programação, os próximos módulos previstos deverão tratar dos seguintes temas: promoção e captação de eventos, de 22 a 25 de abril; desenvolvimento de equipes de eventos, de 06 a 10 de maio; assessoria de imprensa para eventos, de 20 a 24 de maio; modelo de negócio em eventos, de 03 a 07 de junho; planejamento e organização de eventos, de 01 a 12 de julho; segurança em eventos de 15 a 19 de julho; modelo de negócio em eventos, de 22 de julho a 02 de agosto; cerimonial, protocolo e etiqueta, de 12 a 23 de agosto; e prática de eventos, de 02 a 06 de setembro e de 09 a 11 de setembro.

Para a gestora de turismo e economia criativa do Sebrae Paraíba, Regina Amorim, o curso trará conteúdo para tornar o participante qualificado até 2026. Além disso, conforme a gestora, o interesse pelos eventos deverá aumentar neste período, já que representarão um momento de socialização off-line e coletivo, no qual além de networking, será possível ter acesso a um conteúdo de qualidade. 

Outro ponto destacado por Regina Amorim é que a tendência dos grandes festivais é se tornarem cada vez mais focados na experiência e construírem a própria personalidade ou marca. “A estudiosa Bárbara Maussier, ao tratar do futuro dos eventos, também alerta para a qualidade dos eventos como forma de manter o interesse do público, assim como o contexto, a geografia, a motivação pessoal, a renda e o tempo. Outros fatores relevantes ao abordarmos o mercado de eventos são a procura por novos formatos, a necessidade de espaços cada vez maiores e externos, a tecnologia e os aplicativos como tendências para 2019, além da sustentabilidade e marketing experiencial”, destacou.




Assessoria