Linguagem
Reconhecimento

Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora inscreve projetos até o dia 26 de abril

Iniciativa conta com três etapas e recebe apoio da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Inscrições devem ser feitas pela internet

Reconhecer as melhores práticas de educação empreendedora realizadas no Brasil e incentivar a difusão do empreendedorismo em instituições de ensino. Esse é o objetivo do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora, que segue com inscrições gratuitas abertas em todo o país até o dia 26 de abril.

Em sua primeira edição, o prêmio conta com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) e foi dividido em quatro categorias: ensino fundamental, médio, profissional e superior. Podem participar secretários municipais e estaduais de educação, reitores, diretores, coordenadores, professores em todos os níveis e demais profissionais envolvidos com a educação formal.

As inscrições, que podem ser individuais ou de equipes com até cinco integrantes, são voltadas para ações, iniciativas, atividades, projetos, programas ou cursos que tenham como finalidade o despertar dos alunos para a importância do empreendedorismo.

Para se inscrever, os interessados devem acessar a página do prêmio, no endereço http://educacaoempreendedora.sebrae.com.br. As melhores iniciativas serão reconhecidas em três etapas: estadual, regional e nacional.  Nas duas primeiras, as iniciativas vencedoras serão reconhecidas com troféus ouro, prata e bronze de cada categoria.

Já os três melhores cases da etapa nacional, além dos troféus, receberão um convite para participar de uma missão técnica nacional (1º, 2º e 3º lugares). Também nesta etapa, os primeiros lugares em cada uma das quatro categorias terão a oportunidade de apresentar o projeto em um evento de visibilidade nacional.

“A proposta do prêmio é exaltar experiências exitosas que trabalham o empreendedorismo com os jovens, buscando desenvolver sua vida e carreira, e não só o processo do empresariar, como também estimular novos desafios e a criação de novas iniciativas que possam ajudar a disseminar a cultura empreendedora”, pontuou a gerente do projeto de Educação Empreendedora do Sebrae Paraíba, Nelijane Ricarte.




Assessoria