Linguagem
Carreira

Técnica de rapport pode ser usada na área profissional para melhorar desempenho

Com o objetivo de gerar confiança e otimizar a comunicação

A palavra “rapport” está se tornando cada vez mais comum, principalmente em termos de carreira. O rapport é uma técnica originada na psicologia, que implica criar uma relação empática com outra pessoa. Essa técnica também é comumente usada na programação neurolinguística.

Foto: divulgação
Com o objetivo de gerar confiança e otimizar a comunicação, tornando-a mais assertiva, faz com que o indivíduo interaja mais abertamente, receptivamente e com facilidade. No coaching, o rapport é usado para que o coach consiga entrar em sintonia com o coachee, pois dessa forma o resultado esperado pelo cliente será mais verdadeiro, afinal, o coach pode investigar mais a fundo e compreender melhor o ponto de vista alheio.

Existem atitudes específicas para se praticar o rapport, como o espelhamento, que se baseia em espelhar a linguagem corporal da pessoa com quem se está conversando. Gestos, expressões faciais e até a respiração, esses fatores em sintonia, criam um laço inconsciente.

Outra técnica comum é a reciprocidade: agir em prol do outro e fazer favores sem pedir nada em troca. “Ações como essas demonstram certo tipo de afinidade, empatia mútua e confiança, elementos necessários para o Rapport”, explica Madalena Feliciano, CEO da Outliers Careers e IPCoaching.

“No ramo empresarial, usamos o rapport para fazer vendas, pois se cria uma conexão com o comprador. Também é importante em equipes, para uma melhor relação entre os colegas, e imprescindível na comunicação entre líder x colaborador. Até mesmo em entrevistas de emprego, ao usar a técnica, você pode ganhar pontos com o recrutador”, afirma Madalena. “Todas estas questões são trabalhadas no Coaching, mas de maneiras diferentes, dependendo do resultado preterido pelo coachee”, finaliza.




Assessoria