Linguagem
Conhecimento

Teste vocacional ajuda ou atrapalha?

Especialista em carreira oferece dicas para tomar a importante decisão pela escolha ou troca de profissão

Foto: internet
Os testes vocacionais são ferramentas amplamente usadas por jovens em fase da escolha profissional. As avaliações indicam a tendência para o exercício de determinada atividade levando em consideração aptidões, interesses específicos e áreas de conhecimento.  Além disso, verificam os níveis de interesse, personalidade e capacidade do profissional.

É possível realizar a avaliação online em alguns sites, como o do Cedaspy, rede de escolas de capacitação de jovens para o mercado de trabalho. “O teste vocacional é um grande aliado do jovem indeciso sobre qual profissão seguir. Também é indicado para quem já estabelecido, mas quer tentar algo novo”, afirma Andrei Mustafa, consultor de carreira do Cedaspy.

Para o especialista, é importante fazer o exame mesmo se já há certeza da carreira a seguir. “Nem sempre nossos interesses estão alinhados à nossa vocação”, explica Mustafa, que ainda explica não haver um momento exato para optar pela ferramenta.

Apesar de ser muito útil, o teste vocacional pode apontar para uma área completamente diferente das escolhidas. “Com esse resultado, é interessante abrir a mente para novas possibilidades porque o que escolhemos, muitas vezes, não está de acordo com a nossa personalidade emocional”, finaliza.

Como decidir

- Pesquise o mercado de trabalho no qual deseja atuar.

- Avalie os custos com educação e especialização e o tempo de retorno destes investimentos.

- Converse com profissionais experientes.

- Peça a ajuda da família, dos amigos e dos professores antes de tomar sua decisão.

Sobre o CPS

O CPS (Cedaspy Professional School) atua há 35 anos no mercado na profissionalização e capacitação de jovens, com mais de 300 mil alunos formados em toda sua história. Com 40 unidades em todo o Brasil, a rede de escolas oferece cursos livres regulares focados na preparação de jovens em busca do primeiro emprego. Atualmente, mais de 30 mil alunos estão matriculados em 12 módulos, como web, design gráfico, desenvolvimento de sites, marketing digital, jogos, configuração e manutenção de computadores. Os conteúdos são aplicados por meio da metodologia de ensino EDAA, que abrange os quatro pilares essenciais para o aprendizado: Explanação, Demonstração, Aplicação e Acompanhamento. Um dos fundamentos da instituição é desenvolver o comportamento empreendedor do jovem para estimular seu protagonismo na sociedade.




Assessoria