Linguagem
Consultoria

Sebrae e Petrobras prorrogam inscrições de edital de inovação para startups

Iniciativa vai investir até R$ 10 milhões em projetos selecionados

Foto: internet
A Petrobras e o Sebrae prorrogaram para 22 de setembro o prazo para as inscrições do Programa Petrobras Conexão para Inovação, edital para projetos na área de indústria de petróleo, gás e energia. O edital é destinado a startups e pequenas empresas inovadoras que precisam estar relacionadas aos seguintes assuntos: tecnologias digitais, captura e utilização de carbono, novas energias, nanotecnologia, corrosão e catalisadores. São aceitas parcerias com instituições científicas e tecnológicas.

A iniciativa financiará dez projetos, em seis diferentes áreas, com valores que vão de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão. O total destinado ao programa é de R$ 10 milhões. Entre os critérios avaliativos estão: impacto da solução proposta para o negócio da Petrobras, consistência e viabilidade do projeto, capacidade técnica da equipe, grau de inovação, nível de maturidade tecnológica e potencial de ganho de escala.

De acordo com o analista técnico do Sebrae Paraíba, Elinaldo Macedo, a instituição vai oferecer consultoria às empresas selecionadas durante o período do desenvolvimento do projeto. O objetivo é buscar a melhoria da competitividade e fomentar o desenvolvimento e a inovação. Além disso, o Sebrae vai auxiliar na prestação de contas física e financeira dos projetos.

“A prorrogação do prazo vai permitir inserir as novas startups nesse edital de acesso ao mercado. Trata-se de uma grande compradora e uma das maiores empresas do mundo. É uma ótima oportunidade para as pequenas empresas que atuam na área da inovação”, destacou Elinaldo Macedo.

As inscrições podem ser feitas por meio do link: www.sebrae.com.br. As empresas que forem selecionadas terão até dois anos para executar o projeto. A primeira fase do edital consiste na inscrição, avaliação e seleção das propostas enviadas pelos proponentes, além da publicação dos projetos selecionados. Para a avaliação, serão considerados fatores tais como nível de maturidade tecnológica, escalabilidade da solução, grau da inovação, entre outros.

Já a segunda fase contará com inserção das propostas no Sistema de Gestão de Projetos da Petrobras; realização de workshop técnico para aperfeiçoamento das propostas; apresentação final dos projetos para a banca de seleção; análise do enquadramento dos planos de trabalho em conformidade com a Petrobras e a ANP; e a contratação dos projetos aprovados.




Assessoria de Imprensa SEBRAE PB