Linguagem
Nesta terça-feira (15)

Exposição apresenta de obras arte de adolescentes com síndrome de down no CRM-PB

Abertura da exposição contará com a apresentação dos alunos da Escola Especial de Música Juarez Johnso

Foto: divulgacao
Onze artistas do Projeto Arteterapia SD da Associação Ame Down (Associação de pais, amigos de pessoas com Síndrome de Down) expõem, a partir desta terça-feira (15), suas obras no Espaço Hipócrates do CRM-PB. A iniciativa faz parte das ações do CRM-PB na Semana do Médico e contará ainda com a apresentação dos alunos da Escola Especial de Música Juarez Johnson, primeira Escola Especial de Música do Brasil voltada exclusivamente para alunos com necessidades especiais.

A exposição, intitulada Arte Eficiente, é coordenada pelo Grupo de Trabalho Artes Visuais da associação, que tem à frente as mães Germana Rocha, Gorette Lira, Natália Queiroz, Valéria Barbosa e Vanda Pessoa, e conta com a curadoria do professor Robson Xavier. Serão expostos os trabalhos dos artistas: Aaron Sales, Cybelli Chaves, Djalma Júnior, Helany Mendonça, Manu Rocha, Marcelo Filho, Matheus Lira, Messias Gonçalves, Mylena Mendonça, Pedro Henrique e Vanessa Pessoa.

O Projeto Arteterapia SD da Associação Ame Down iniciou em 2015, através da parceria com o Projeto Artes Visuais e Inclusão da UFPB, coordenado pelo professor Robson Xavier, do Departamento de Artes Visuais-CCTA, e que reúne também pessoas com deficiência visual do Instituto dos Cegos e idosos da Vila Vicentina, desde 2014.

Já a Escola Especial de Música Juarez Johnson reúne crianças e jovens com síndrome de down, paralisia cerebral, autismo, paraplegia, deficiência visual, hidrocefalia, nanismo, mutismo, mielomeningocele, elefantíase, síndrome de Asperger e síndrome de William. As atividades da escola tem o objetivo de desenvolver, socializar, harmonizar, interagir as crianças com a sociedade. Por meio da educação musical, os alunos desenvolvem suas aptidões para a arte, o que contribui para melhoria do ensino e aprendizagem.

Sobre a Semana do Médico - Para discutir o profissional da Medicina em sua forma integral, inclusive sua própria saúde, o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) vai realizar uma extensa e diversificada programação para comemorar o Dia do Médico. A programação terá início no dia 15 de outubro e segue até o dia 19, na sede do CRM-PB, em João Pessoa.

Durante estes dias haverá debates em três mesas redondas, realização do Fórum de Segurança para o paciente, lançamento de dois livros, além de apresentações de música, exposição de fotografias e pinturas e artes cênicas. O ato médico frente às novas identidades de gênero, o profissional médico nas dimensões espiritual, psicológica e somática, as pressões da vida acadêmica, além das expectativas do sonho de ser médico contrapostas à realidade são alguns temas que serão debatidos durante estes dias.

"Resolvemos fazer uma programação ampla e variada que contemple o profissional médico como um ser humano integral. Os médicos padecem de estigmas e expectativas sociais, tendo suas doenças e fragilidades não discutidas. Por isso, precisamos parar e pensar também em nossa saúde e qualidade de vida. Durante esses dias, vamos debater temas interessantes não apenas para os médicos, mas também para os estudantes de Medicina, que padecem de pressões, estresse e incertezas desde a faculdade”, destacou o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais.




Assessoria