Linguagem
Festival

Bárbara Paz apresenta filme premiado em Veneza e lança livro no Fest Aruanda

Os dois projetos são homenagens ao marido, Hector Babenco, falecido em 2016

Foto: divulgacao
A atriz Bárbara Paz lançará duas obras de sua autoria nesta quinta-feira (28), dentro da programação do 14º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro: o livro de memórias “Mr. Babenco – Solilóquio a dois sem um” e o documentário “Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou”, que marca sua estreia por trás das câmeras. O lançamento duplo acontece a partir das 18h, no Cinépolis Manaíra Shopping, com entrada franca.

“Mr. Babenco” reúne memórias dos últimos anos de vida do cineasta. Passa por histórias da sua infância na Argentina, fala da descoberta do primeiro câncer e traz questionamentos sobre a vida e a morte, além de comentários sobre sua obra cinematográfica e seus bastidores. O material surgiu quando Babenco e Paz captavam cenas para o documentário “Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou”, primeiro longa dirigido por ela – e premiado pela crítica independente do 76ª Festival Internacional de Cinema de Veneza.

Bárbara organizou o livro, pontuado por este diálogo íntimo sobre a vida e obra do cineasta responsável por filmes como “Lúcio Flávio, passageiro da agonia” (1977), “Pixote: A lei do mais fraco” (1982), “O beijo da Mulher Aranha” (1985) e “Carandiru” (2003). A obra traz ainda poemas inéditos escritos por Babenco na juventude – em espanhol e em português – e alguns registros fotográficos.

Serviço

14º Festival Aruanda do Audiovisual Brasileiro

Lançamento do livro “Mr. Babenco – Solilóquio a dois sem um”, de Bárbara Paz 

Dia 28 de novembro

Sala 9 do Cinépolis Manaíra Shopping

Às 18h




Assessoria