Linguagem
Cultura

Salão do Artesanato da Paraíba cadastra artesãos para 31ª edição do evento

Doze artesãos que trabalham com peças em metal serão homenageados nesta edição

Foto: divulgacao
O 31º Salão do Artesanato da Paraíba que tem como tema “Metal que vira arte” será realizado de 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2020, na Avenida Cabo Branco, em João Pessoa. Doze artesãos que trabalham com peças em metal serão homenageados nesta edição do evento. Podem se cadastrar para participar do salão, artesãos microempreendedores individuais (MEI) cadastrados no Programa de Artesanato da Paraíba (PAP); artesãos que fazem parte de associações e cooperativas de artesãos registradas no PAP, além disso, o artesão precisa possuir máquina de cartão de crédito, exigência do mercado.

As inscrições podem ser efetuadas até o dia 2 de dezembro, na Casa do Artista Popular que fica na Praça da Independência, nº 56, Centro de João Pessoa, das 9h às 12h e das 13h às 16h. O artesão também pode fazer a inscrição por e-mail, através do endereço inscricaopap@gmail.com enviando toda documentação digitalizada, colocando no título do assunto: 31º Salão do Artesanato Paraibano.

A inscrição não dá ao interessado a garantia de participação na 31ª edição do Salão do Artesanato Paraibano. Após o término das inscrições, haverá uma seleção devido ao tamanho do espaço onde será realizado o evento. O edital com todas as informações sobre as inscrições está disponível no endereço https://paraiba.pb.gov.br/indiretas/programa-de-artesanato.

A 31ª edição do Salão do Artesanato vai homenagear artistas que transformam sucatas, arames, zinco, chapas de ferro e outros metais em obras de arte, além de reunir artesãos de várias tipologias, como renda, madeira, couro, labirinto e outras. Cerca de 300 expositores devem participar do evento que contará com a parceria do Sebrae-PB, Iesp Faculdades, Empreender-PB, Jucep, Procon-PB e Cagepa.

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, ressaltou que o evento será bem localizado, com uma excelente estrutura e vai alcançar além do público paraibano, os turistas que virão visitar João Pessoa na alta estação. “No Salão do Artesanato, o cliente será atendido da melhor forma possível, com uma estrutura bacana e com o que tem de mais genuíno de toda a produção artesanal do estado da Paraíba. Também continuamos pensando na questão ambiental, proibindo canudos e sacolas de plástico e com a preocupação social, arrecadando um quilo de alimento na entrada do evento”, adiantou.




Secom Paraíba