Linguagem
Em transição

Pioneiro no mercado paraibano, Tot Coworking encerra atividades em 2020

Empresa firma parceria com HUB 360 para dar continuidade aos negócios e projetos dos clientes

Foto: divulgacao
O Tot Coworking anuncia que encerrará as suas atividades em 2020. Fundado em janeiro de 2013, no Bairro dos Estados em João Pessoa, foi o primeiro espaço de trabalho colaborativo da Paraíba. Além de oferecer serviços de coworking, proporcionou um ambiente onde profissionais de diversas áreas pudessem desenvolver negócios, impulsionar ideias e realizar networking. Como referência no mercado, o pioneirismo do Tot tanto fomentou novos empreendimentos em seu próprio espaço  como abriu o caminho para várias empresas do gênero se estabelecerem na Paraíba, seguindo as tendências de mercado trazidas pelos sócios Jorge e Vera Wanderley.


Embora esteja encerrando suas atividades, o Tot teve o cuidado  de oferecer aos seus clientes a possibilidade de transição tranquila. Para isso, fez uma parceria importante com o HUB 360, empresa escolhida pelos sócios para fazer uma migração dos profissionais que faziam parte do seu ecossistema. Todos os clientes do  Tot terão desconto de 20% para o primeiro ano e mais quatro meses de carência até que todos possam se estruturar na nova casa.“Sempre tivemos uma relação de parceria com os sócios do HUB 360. Nossos ideais se casaram, desde o início. Portanto, temos certeza de que esse é o espaço ideal para receber os nossos clientes”, disse ele.

Futuro – A decisão de encerrar as atividades do Tot Coworking não foi abrupta. De acordo com Jorge, ela vem sendo pensada há cerca de dois anos. “O Tot foi um projeto muito importante para a minha vida, tanto do ponto de vista profissional quanto pessoal. Uma escola onde fiz muitos contatos, ganhei amigos e tive experiências que só foram possíveis por causa desse projeto. Encerrá-lo foi uma decisão difícil, mas necessária. Neste momento, preciso trilhar outros caminhos e me dedicar a outros projetos”, diz ele.

Jorge fundou o Tot em sociedade com a mãe, Vera Wanderley, arquiteta e professora. Ele era ainda estudante de Administração quando teve a ideia de montar uma empresa. “Sempre gostei de tecnologia, de comunicação, de negócios colaborativos. Então, quando conheci o modelo de coworking, conversei com a minha mãe e ela topou se aventurar em sociedade comigo nesse projeto”, conta. “Como o Tot foi pioneiro no estado, tivemos uma mídia espontânea que acabou nos levando a participar de muitos eventos importantes no País. Também orientamos a abertura de outras empresas do gênero, tanto na Paraíba como em outros Estados, pois acreditamos no trabalho colaborativo. E há espaço para todos”, acrescenta.

Em quase sete anos de atuação, o Tot promoveu diversos eventos com foco no empreendedorismo, na inovação e na criatividade, de workshops a debates e eventos de integração. “Trabalhamos para fortalecer  o ecossistema empreendedor local e fomentar o surgimento de novos negócios, com uma grande rede de profissionais que puderam usar o nosso espaço para trocar ideias e apresentar o seu trabalho. Foi um processo válido e intenso, mas será bom seguir novos caminhos”, conclui.




Assessoria