Linguagem
Salão do Artesanato

Entidades recebem mais de 3 toneladas de alimentos arrecadados

As doações foram entregues para 20 entidades carentes da Grande João Pessoa, durante uma solenidade

Foto: Alberi Pontes
O Salão do Artesanato Paraibano, realizado de 10 de janeiro a 2 de fevereiro na orla do Cabo Branco, em João Pessoa, arrecadou 3.402 kg de alimentos não perecíveis. As doações oriundas do público que prestigiou o evento foram entregues pela primeira-dama Ana Maria Lins e pela gestora do Programado Artesanato da Paraíba (PAP), Marielza Rodriguez, nesta terça-feira (18), para 20 entidades carentes da Grande João Pessoa, durante uma solenidade no Espaço Cultural José Lins do Rego.   

A 31ª edição do Salão do Artesanato contou com a participação de cerca de 300 expositores que representaram mais de 3.800 artesãos de 46 municípios. Este ano, o evento recebeu 101.024 visitantes e o volume de negócios gerados superou as expectativas, chegando a mais de R$ 1,6 milhão, o que representa um aumento de mais de 100% em relação ao ano anterior.

Para a primeira-dama Ana Maria Lins, além do Salão do Artesanato ter sido um grande sucesso de vendas e geração de negócios, o evento ainda se tornou maior por fazer esta ação solidária e poder ajudar pessoas carentes da Grande João Pessoa. “O Governo do Estado dá todo o apoio para o artesanato paraibano e parabeniza a todos que prestigiaram o Salão do Artesanato e levaram os alimentos para serem doados. Essa ação de solidariedade que arrecadou mais de três toneladas de alimentos vai contribuir para dar mais qualidade de vida para aqueles que necessitam”, falou. 

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, enfatizou que todos os projetos que o PAP trabalha têm uma ação social e uma ação ecológica. “Temos um projeto economicamente viável que traga retorno, trabalhamos a questão ecológica, com a proibição do uso de canudos e sacolas de plástico e olhamos também para o social com essa arrecadação de alimentos, estimulando as pessoas a doarem. Foi um lindo evento com uma excelente repercussão e que vai ajudar muitas entidades”, observou.

Salão em Campina Grande - A gestora ainda aproveitou a oportunidade para revelar a tipologia que será homenageada no 32º Salão do Artesanato que vai acontecer em Campina Grande. “Já escolhemos o tema. Resolvemos junto com o governador e a primeira-dama Ana Lins homenagear um material genuinamente paraibano: as pedras. Entramos em contato com artesãos de Picuí, Pedra Lavrada, Juazeirinho e outras cidades do Estado que trabalham com esse material. Então vamos mostrar na entrada do Salão de Campina Grande todo o processo produtivo desde a extração mineral até a lapidação de joias. Enfim, a 32ª edição do Salão do Artesanato vai homenagear as pedras da Paraíba”, adiantou.

O secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, enalteceu a iniciativa da realização desta ação social dentro do Salão do Artesanato. “Essa parceria da secretaria com o Salão do Artesanato faz com que o Governo caminhe integrado buscando ações que promovam o bem da sociedade. A Secretaria de Desenvolvimento Humano fez a ponte com as entidades que hoje estão sendo contempladas com esses alimentos e aproveito para parabenizar o trabalho do PAP por este olhar sensível para as questões sociais”, falou.

Elaine Araújo é representante da AIMA (Associação Integrada Mães de Autistas), que é composta por 30 famílias com crianças com autismo, todas vulneráveis socialmente. “Grande parte das famílias vive apenas do Benefício de Prestação Continuada, então para uma criança típica já é difícil, imagina para uma criança com autismo que necessita de medicação, fraldas, atendimento diferenciado, ou seja, é bem mais complicado. Essa ajuda vinda do Salão do Artesanato será maravilhosa, porque nós vamos doar esses alimentos para estas famílias carentes”, explicou. 

“Essa contribuição vai ser muito bem-vinda para os projetos sociais que a gente realiza. Nós já temos um trabalho de servir refeições a pessoas carentes, então esses alimentos já serão utilizados no dia-a-dia da instituição para atender a demanda das ações desenvolvidas”, falou a representante da Ação Social Arquidiocesana, Juliana Gomes.

Entidades contempladas com a doação de alimentos:

1 - Ação Social Arquidiocesana (Pastoral) - João Pessoa

2 - Águias do Rio Jaguaribe  - João Pessoa

3 - Associação Beneficente São José  - João Pessoa

4 - Associação Coração de Mãe - João Pessoa

5 - Abrigo AMEM - Cabedelo

6 - Casa da Criança com Câncer -  João Pessoa

7 - Casa dos Sonhos - Santa Rita 

8 - CEFEC -  Centro de Formação Educativo Comunitário - Santa Rita

9 - Centro de Direitos Humanos Dom Oscar Romero - Santa Rita

10 - Comunidade Católica Fanuel - Cabedelo

11 - Fundação São padre Pio de Pietrelcina - João Pessoa

12 - Instituto dos Cegos da Paraíba - João Pessoa

13 - Instituto São José (moradores de rua) -  João Pessoa

14 - Lar da Providência Carneiro da Cunha - João Pessoa

15 - Rede Feminina de Combate ao Câncer - João Pessoa

16 - Serviço Pastoral dos Imigrantes do Nordeste (venezuelanos) - Bayeux

17 - AIMA - Associação Integrada de Mães de Autistas PB - João Pessoa

18 - APA - Associação Paraibana de Autismo - João Pessoa

19  - Instituto Vida Autismo PB - João Pessoa

20 - Missão Braços Abertos - João Pessoa




Secom Paraíba