Linguagem
Economia

Apesar da crise, vendas de consórcio devem crescer até 15% em 2020, segundo ABAC

Fintech Mycon vem registrando aumento de 30% ao mês desde o seu lançamento em dezembro de 2019

Foto: internet
A maioria das aplicações financeiras vivem um cenário de incerteza por conta da pandemia da Covid-19 e muitas registraram prejuízos nos últimos meses. Por outro lado, o consórcio, que recebe a correção pelos índices oficiais, tem se tornando uma boa alternativa de aplicação financeira. Segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), as vendas de consórcio em 2020 devem crescer até 15%, podendo ultrapassar esta marca em alguns segmentos. O Mycon, primeira fintech de consórcios 100% digital, já vem notando esta mudança ao registrar crescimento de 30% ao mês desde o seu lançamento em dezembro de 2019.

O consórcio consiste em um grupo de pessoas com o mesmo objetivo, que se reúne em grupos para adquirir um bem (Imóveis, Automóveis, Motos) ou um serviço (Construção, Reformas, Cirurgias Estética, Festas, etc.) de forma programada e sem pagar juros.

Essa modalidade permite realizar um investimento por meio de contribuições mensais, sem riscos de perda e ainda com a possibilidade de receber o crédito total desejado antes mesmo de ter o montante acumulado. Hoje, o Brasil já possui mais de 7 milhões consorciados ativos e mais de 253 bilhões de ativos administrados.

Historicamente, o consórcio é uma boa alternativa de investimento, pois não existe risco de perdas financeiras, o patrimônio acumulado é corrigido monetariamente até o momento em que o participante receba o crédito contratado. A estimativa é que as vendas de novas cotas cresçam entre 7% e 15%. “Além de ter a correção pelos índices oficiais, o cliente de consórcio ainda tem a possibilidade de ser sorteado e conseguir um crédito com taxas até 10x menores do que o financiamento”, explica Marcio Kogut, CEO do Mycon.

Outros diferenciais do produto incluem vender ou transferir o consórcio em andamento para outra pessoa a qualquer momento. Caso o consorciado tenha sido contemplado, mas não queira utilizar o crédito, ele tem a opções de transferir o consórcio com uma boa rentabilidade financeira.

Como funciona:

  • 1. O consorciado paga as mensalidades e, quando é contemplado, vende o seu consórcio para outra pessoa, que deseja obter um crédito imediato, mas não quer esperar pela contemplação;
  • 2. Nessa negociação, o vendedor normalmente cobra um percentual adicional sobre o valor do crédito como ágio, além do total que já foi pago;
  • 3. Essa transação é feita entre as partes, sem interferência da administradora. As regras para transferência de cotas estão estabelecidas no contrato e a pessoa que está adquirindo o consórcio deverá passar por uma aprovação de cadastro.

"Por todos esses motivos, o consórcio é considerado uma ótima ferramenta de investimento. O cliente assume o compromisso de pagar as parcelas, como se fosse uma poupança e, com isto, guarda essa quantia mensalmente, evitando outros gastos desnecessários. Por outro lado, pode obter também uma ótima rentabilidade sobre o capital investido, caso a pessoa seja contemplada ou queira transferir a carta de crédito com ágio para outro interessado", finaliza Kogut.

O Mycon oferece planos de consórcios de imóveis, carros, motos e serviços, como reformas e construção, cirurgias plásticas, tratamento dentários, estudos e intercâmbio no exterior, festas de casamento, realizar viagens, entre outros. A contratação do plano pode ser realizada em até 15 anos, com uma taxa total de apenas 9,99% por todo o prazo. Essa taxa chega a ser 50% menor do que as outras administradoras de consórcios que atuam no segmento.

O processo de compra é 100% online e realizado por meio do chatbot Mycon, que tira todas as dúvidas do cliente sem que ele precise sair de casa, de forma rápida, eficiente e sem burocracia.

O Mycon - é a primeira fintech do Brasil a usar inteligência artificial e ofertar consórcio digital com a menor taxa do Brasil. Processo é simples, ágil e pode ser realizado no site ou app. A plataforma, atende a todo Brasil através do site www.mycon.com.br e do App para iOS e Android. O Mycon é uma Administradora de Consórcios autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil.




Assessoria