Linguagem
Destaque

Conferência Intercontinental de Turismo Rural será sediada pela RuralTur

II CINTURR acontece entre os dias 1 e 4 de setembro, de forma totalmente digital

Foto: divulgação
Com a missão de trazer grandes oportunidades para o mercado, a 16ª edição da Ruraltur conta com uma programação exclusiva voltada para o desenvolvimento do turismo rural no País.  Com o tema “A Inteligência do Turismo Rural”, o evento promovido pelo Sebrae Paraíba acontecerá de forma digital e gratuita de 1 a 4 de setembro, buscando reunir milhares de pessoas para debater sobre assuntos relevantes do segmento, incentivar a economia rural e servir como incentivo ao Turismo, que foi duramente afetado pela pandemia do novo coronavírus tendo suas atividades interrompidas.

Além de sua programação, a feira será responsável por sediar a segunda edição da Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), organizada pelo Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural Brasil Rural durante os dias do evento, em formato digital e com sua temática central voltada para A Inteligência do Turismo Rural: Desenvolvimento Rural Cenários Desafios e Soluções. A II CINTUR conta com a presença confirmada de palestrantes da Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Brasil, Uruguai, Panamá, Portugal, Peru e Venezuela

Foto: divulgação
Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR) -
 A I Conferência que decorre dos debates de alguns dos líderes do Brasil e Portugal teve a participação da Argentina, Peru, Cabo Verde e Estados Unidos que se reuniram para propor ações comuns como internacionalização, venda e até atividade de avaliação. A II Conferência Intercontinental de Turismo Rural propõe ser um ato de integração entre vários países, reconhecendo-o como um instrumento de eficaz disseminação, intercâmbio de conhecimentos e informações e, principalmente, união durante os dias da Conferência. Mesas de debate e palestras informativas serão responsáveis por propor uma análise detalhada do momento em que o setor está experimentando, além de buscar incluir empreendedores nacionais e internacionais; representantes governamentais nacionais e internacionais; empresários; agricultores; comércio turístico; universidades públicas e privadas; instituições de desenvolvimento e promoção; organizações governamentais e não governamentais e profissionais de mídia.



Assessoria