Linguagem
Destaque

Um robô desejando feliz Dia dos Pais? Saiba como foi essa ação de tecnologia e carinho

No último domingo, Hospital Alberto Urquiza encontrou uma solução tecnológica, mas cheia de amor

Foto: divulgação
Datas comemorativas sempre combinam com muitos abraços, carinho e todo tipo de demonstração de afeto. Neste dia dos pais, celebrado este ano no domingo, dia 9 de agosto, não poderia ser diferente. E para quem estava internado, como fazer? O Hospital Alberto Urquiza, da Unimed João Pessoa, encontrou uma solução tecnológica, mas cheia de amor, que alegrou a todos.

Um robô percorreu os apartamentos do hospital, apresentou uma música em homenagem aos pais, cantada pelo Coral Jovem da Unimed JP, e depois fez uma videoconferência com a família do paciente. Foram momentos de emoção, utilizando a robótica para humanizar o tratamento e dar bem-estar.

Os pacientes e familiares ficaram encantados com a experiência. Um dos visitados pelo robô foi Ricardo de Oliveira Prado, de 63 anos. Ele ficou muito emocionado e disse que gostou muito da homenagem. “Achei muito lindo o robozinho fazer isso por nós, pela família que não poderia estar perto naquele momento”, ressaltou Erica da Costa Prado, filha de Ricardo. A ação foi importante para estabelecer um vínculo emocional dos pacientes internados com os familiares.

Pioneirismo - A Unimed João Pessoa é pioneira na Paraíba na utilização de um robô para auxiliar no tratamento de clientes e para a melhoria dos serviços hospitalares. O robô possibilita mais interação entre a equipe multiprofissional e o paciente durante o seu tratamento no Hospital Alberto Urquiza Wanderley, referência em alta complexidade. E mais: a tecnologia usada na plataforma robótica permite ainda uma melhor troca de informações, em tempo real, entre a equipe dos hospitais próprios e especialistas em todo o mundo.
O robô da Unimed JP é diferente de tecnologias que outros hospitais já utilizam, pois não é só um suporte para tablet. Ele tem movimentos que se assemelham ao comportamento humano e sua tela é móvel e interativa. Desde o momento que interage com o paciente, tem os mesmos gestos da pessoa, com a tela se movimentando como se fosse a cabeça. No momento, o nome dessa inteligência artificial está sendo escolhido em uma votação pelo Instagram da Cooperativa.




Assessoria