Linguagem
Finanças

Preço do arroz varia de R$ 53 no marketplace a R$ 20 no supermercado

A notícia de que o pacote de cinco quilos de arroz chegava a R$ 40 surpreendeu muita gente

Foto: Crédito: Repodução
É verdade que o preço do arroz subiu mais de 50% em agosto. Mas a notícia de que o pacote de cinco quilos de arroz chegava a R$ 40 surpreendeu muita gente. É que nos supermercados, que são o principal canal de distribuição desse produto, o preço não passa de R$ 25, dependendo da região do país.

“No supermercado não tem pacote de arroz por R$ 40. O preço varia de R$ 20 a R$ 30, dependendo da região. O preço de partida subiu de R$ 12 para R$ 15 e bateu em R$ 20”, diz Fernando Baialuna, diretor de varejo da consultoria GfK.

De onde saiu esse arroz de R$ 40? Esses valores exorbitantes foram encontrados em sites como o Extra.com, pertencente à Via Varejo. O pacote da marca Prato Fino sai por R$ 53,25. E o Camil Tipo 1, por R$ 41,10. Ou seja, esses valores que fogem do padrão não estão nos supermercados.

O que a Via Varejo diz? A empresa não se manifestou ainda. Mas já alertou que os produtos são vendidos por sellers do marketplace, e não diretamente pelo Extra.com. O consumidor, entretanto, não costuma observar essa diferença quando faz sua compra.

O que é preciso fazer então? O consumidor tem que pesquisar preços, principalmente neste momento de alta fora do padrão. Antes da pandemia, o pacote de cinco quilos custava entre R$ 12 e R$ 16. Agora, o mesmo produto é encontrado por R$ 20 a R$ 25 no varejo físico.

De quanto foi o aumento? Os maiores aumentos percentuais aconteceram no Paraná (55,1%) e Distrito Federal (57,4%), respectivamente, segundo a Horus, empresa de tecnologia do varejo. Veja as altas nas capitais pesquisadas:

  • Rio: 34,4%
  • São Paulo: 20,6%
  • Espírito Santo: 44,4%
  • Minas: 36,6%
  • Paraná: 55,1%
  • Rio Grande do Sul: 37,3%
  • Distrito Federal: 57,4%
  • Bahia: 44,6%
  • Pernambuco: 35,5%
  • Amazonas: 32,4%

E quanto ficou o preço para o consumidor? Aí depende da região. Nos supermercados, o preço do quilo do arroz variou em agosto de R$ 3,54, no Espírito Santo, a R$ 4,67 na Bahia. Veja os cinco maiores valores (por quilo):

  • Bahia: R$ 4,67
  • Distrito Federal: R$ 4,66
  • Paraná: R$ 4,61
  • Minas Gerais: R$ 4,48
  • Pernambuco: R$ 4,40

O que esses dados sugerem então? Que o consumidor tem que pesquisar muito e procurar substituições, inclusive trocar de marca.




6 Minutos