Linguagem
Destaque

Aplicativo nordestino Colher de Chá ganha espaço dentro das cozinhas brasileiras

Dessa forma, o aplicativo pode gerar uma economia de até 35% no valor das compras no supermercado

Foto: divulgação
Um passo de cada vez em busca simultânea por inovação, economia e afeto. Foi com esse amplo pensamento que a criatividade das irmãs Cecília Monteiro Leão e Marina Monteiro Leal se moldou para fundar o aplicativo gratuito “Colher de Chá”. Há mais de um ano, o projeto pernambucano ganha espaço nas plataformas digitais com uma espécie de guia econômico na gastronomia dentro de casa, reforçando a campanha mundial contra o desperdício de  alimentos. Além disso, a ferramenta disponibiliza listas de compras no supermercado com a quantidade necessária para cada família e receitas práticas com tamanha variedade culinária para todos os gostos. Dessa forma, o aplicativo pode gerar uma economia de até 35% no valor das compras no supermercado. 

O projeto de núcleo familiar ganhou força numa startup em um dos principais parques tecnológicos do Brasil, o Porto Digital, localizado no Recife Antigo. No início do ano, a plataforma pernambucana ganhou mais um reforço com a vaga entre as 137 startups selecionadas na Inovativa Brasil, o maior programa de aceleração de startups da América Latina. A novidade da vez foi o destaque na premiação da Inovativa Brasil na categoria Varejo, Comércio Físico e Bens de Consumo, realizado pelo Ministério da Economia e Sebrae, com objetivo fomentar o crescimento do empreendedorismo inovador brasileiro. Dentro do programa, o aplicativo pernambucano foi um dos poucos representantes do Nordeste na premiação da Inovativa Brasil. 

Uma das fundadoras do aplicativo, Marina, conta sobre o objetivo da plataforma. “O Colher de Chá é uma solução a partir das vivências da minha irmã na correria do cotidiano. É uma solução de gestão da rotina alimentar. A gente propõe que você planeje o que vai comer e adapte com número de familiares. E no final também oferecemos a lista de compras exatas. Nem a mais, nem a mesmo”, enfatizou. 

“Queremos estar entre o consumidor e a compra on-line. Intermediar nossa lista de compras. Facilitar a vida das pessoas e entregar aos mercados uma compra certa”, afirmou a também fundadora Cecília.

O futuro do Colher com Chá segue referenciando o objetivo pioneiro da plataforma, e agora, busca ganhar novos horizontes dentro das cozinhas brasileiras. É assim que Marina Monteiro visualiza a expansão do projeto. “Aproveitar esse momento para colher frutos. Ganhamos visibilidade e impulsionamento. Agora queremos parcerias, crescer nossa comunidade, implementar essa melhoria na lista de compra. Queremos estar dentro da casa dos usuários, nos solidificar como um assistente na cozinha. E virar um hábito nas vidas das pessoas”.

Colher de Chá está disponível para IOS (App Store) e Android (Play Store). Além de sua versão gratuita, a plataforma disponibiliza uma assinatura paga para quem quiser um cardápio personalizado. Atualmente, o aplicativo conta uma média de 600 usuários por dia e 3.440 semanalmente, além de mais de 20.000 downloads. Números que crescem cada vez com o passar dos dias.




Assessoria