Linguagem
Lançamento

Xiaomi lança nova linha 10T de smartphones premium para concorrer com novos iPhones

O Mi 10T está disponível nas cores Cosmic Black (preta) e Lunar Silver (cinza)

Foto: divulgação
A Xiaomi, empresa chinesa de tecnologia, lançou no Brasil a sua nova linha de smartphones premium. O Mi 10T e o Mi 10T Pro chegam hoje (12) às lojas oficiais da Xiaomi no Brasil e prometem disputar de igual para igual com a nova linha de iPhones, da Apple, e com a linha Galaxy S20, da Samsung. Mas será que ele vai conseguir tirar o reinado dos celulares top de linha das concorrentes?

Preço do Mi 10T e do Mi 10T Pro

Vamos logo ao que interessa: quanto custa cada uma das versões? De acordo com a Xiaomi, o irmão mais novo, o Mi 10T, que tem 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento tem preço a partir de R$ 5.499,99. Já o irmão mais velho, o Mi 10T Pro, com 8 GB de RAM e 256 GB de memória, vai custar R$ 6.999,99.

Com esse preço, os novos aparelhos da Xiaomi se posicionam entre os novos iPhones e a linha S20, da Samsung. Os novos celulares da Apple partem de R$ 6.999,00 (na versão do iPhone 12 mini, com 64 GB de memória), e vão até impressionantes R$ 13.999 (na versão iPhone 12 Pro Max, com 512 GB de memória).  Já o Samsung S20 custa a partir de R$ 3.999 (na versão básica, com 128 GB de memória) até R$ 5.699 (na versão S20 Ultra, com 128 GB de memória).

Quais serão as cores disponíveis? O Mi 10T está disponível nas cores Cosmic Black (preta) e Lunar Silver (cinza). O Mi 10T Pro, por sua vez, é encontrado nas cores Lunar Silver (cinza), Aurora Blue (azul) e Cosmic Black (preta).

Onde os novos celulares da Xiaomi serão vendidos? Em um primeiro momento, os novos aparelhos serão vendidos nas lojas físicas oficiais da Xiaomi no Brasil, localizadas no Shopping Ibirapuera e no Shopping Center Norte, em São Paulo, e na loja online oficial. Em um segundo momento, a empresa deve repassar os novos aparelhos para pontos de revenda parceiros, como Magazine Luiza, Ponto Frio, Casas Bahia e lojas da operadora Vivo.

Pode falar mais sobre a linha Mi 10T? O primeiro diferencial destacado pela marca é a conectividade. Os dois modelos novos da Xiaomi são compatíveis com a tecnologia 5G — embora o Brasil ainda não tenha infraestrutura para a oferta da rede mais rápida. Quando o 5G chegar, os usuários da linha Mi 10T poderão ter o sinal novo habilitado, sem a necessidade de adaptação do aparelho.

Outro ponto de destaque é a qualidade de fotos e vídeos feitas pelos novos aparelhos. Com uma câmera de 64 megapixels (no Mi 10T) e 108 megapixels (no Mi 10T Pro), os novos smartphones foram pensados para ser uma mão na roda para quem produz conteúdo para a internet. Além da qualidade da imagem de foto e de vídeo (os aparelhos gravam em 8k), as ferramentas de edição de vídeo, embutidas no próprio software dos aparelhos, oferecem mais opções do que os concorrentes.

É possível, por exemplo, usar modos diferentes de captura e edição para criar efeitos que só são possíveis em câmeras fotográficas profissionais ou em softwares de edição profissional. Veja um exemplo da criação de “clones” em fotos, feita pela colagem de diferentes imagens:

Video clones: uma das funções da nova linha da Xiaomi, o Mi 10T

Ambos os modelos possuem uma bateria de 5.000 mAh, que promete uma duração de 48 horas em uso normal — para navegar em aplicativos, responder e-mails etc. “Não tem nenhum concorrente com essa capacidade de bateria, com um preço similar”, contou ao 6 Minutos Luciano Barbosa, head da Xiaomi no Brasil.

Ah, e os celulares novos da empresa chinesa vêm, sim, com carregador de bateria. “O carregador não é um acessório, a utilização do aparelho depende da recarga da bateria. Por isso, não temos interesse em deixar de fornecê-lo”, diz ele. A carga completa pode ser feita em pouco mais de 1 hora. Os novos iPhones sofreram uma enxurrada de críticas por não virem equipados com o carregador.




6 Minutos