Linguagem
Qualidade de vida

Especialista indica alimentos que devem ser evitados para preservar a saúde mental

Oficina online da Unimed João Pessoa acontece no dia 25 de fevereiro, das 9h30 às 11h, para clientes

Foto: divulgação
Manter-se hidratado e ter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes são dicas importantes para preservar a saúde mental. Para orientar os clientes a se alimentarem de maneira adequada e entenderem que a mente sã tem influência direta para um corpo saudável, a Unimed João Pessoa realiza no dia 25 de fevereiro, das 9h30 às 11h, a oficina “Vamos cuidar da saúde mental e nutrição da mente”. A atividade, que faz parte das ações do grupo Conexão com Você, é on-line e exclusiva para clientes da cooperativa.

De acordo com a nutricionista Jéssica Lisboa, da equipe de promoção de saúde da Unimed JP, a maioria das pessoas não se cuidam ou não têm conhecimento de como agir para manter o corpo e a mente saudáveis. A nutricionista conta que o consumo de gorduras boas, como poli e monoinsaturadas e ômega 3, ajuda a manter a bainha de mielina, que é a capa de tecido adiposo que protege suas células nervosas. “Esses nutrientes são encontrados em castanhas, abacate, azeite de oliva, linhaça e peixes gordurosos como salmão e sardinha. Por isso, é importante consumi-los para manter a proteção das células nervosas”, disse.

Segundo ela, a hidratação adequada com pelo menos dois litros de água por dia é fundamental, mas é preciso evitar alguns vilões. “A desidratação pode baixar a pressão, causar fraqueza, tonturas e confusão mental”, comenta. “Para os fãs de chocolates, os do tipo 70% cacau auxiliam na produção de serotonina, o hormônio do bem-estar. Já para quem abusa de café, a recomendação é reduzir. Além disso, pessoas muito ansiosas devem evitar o consumo em excesso, pois pode aumentar sensações desagradáveis com a agitação provocada pela cafeína”, explica.

Os principais sabotadores da nutrição mental são os alimentos industrializados. De acordo com Jéssica, por serem ricos em açúcar, gordura e aditivos, eles aceleram processos inflamatórios no intestino. “Além disso, inflamam o hipotálamo, região cerebral responsável pelo centro da fome e saciedade e ainda estão associados ao agravamento de casos de depressão e Alzheimer”, diz.

Como se inscrever - Para garantir a vaga na oficina “Vamos cuidar da saúde mental e nutrição da mente”, basta acessar o Portal Unimed João Pessoa (https://www.unimedjp.com.br/viver-melhor/agenda/vamos-cuidar-da-saude-mental-e-nutricao-da-mente/221). Ao se inscrever, o cliente vai ser inserido em um grupo de WhatsApp, onde receberá todas as instruções para participar. Na seção, também é possível conferir outros grupos e oficinas gratuitas que são oferecidas pela Cooperativa no mês de fevereiro. Todas as atividades são exclusivas para clientes.




Assessoria