O câncer não pode esperar!

foto: Marcelo Casal Jr

Este ano de 2020 certamente ficará marcado na vida de todos pela mudança de hábitos e costumes que já estavam incorporados na nossa rotina, assim como, pelo uso de novos termos e condutas, apenas para exemplificar, incluímos o “novo normal” e o uso de máscaras em todas ocasiões. Diante deste cenário, o já consolidado “Novembro Azul”, afinal são mais de dez anos de campanha, também teve de se adaptar.

Tradicionalmente, este mês de cuidados da saúde masculina fica marcado por inúmeras palestras de conscientização ministradas por urologistas nos mais diversos ambientes, desde Unidades Básicas de Saúde até encontros corporativos de empresas, além de ações de atendimento para análise de exames e realização do toque retal e que, inevitavelmente, geram as temidas aglomerações. Sendo assim, também tivemos que aderir às “lives educativas” e os atendimentos ficaram apenas sob agendamento e repletos de protocolos.

A adaptação foi necessária, mas reforça como é importante mantermos a atenção para o câncer de próstata que tem uma prevalência elevada e pode causar a morte se não diagnosticado na fase adequada. Sabemos como o homem, às vezes, tem resistência em procurar os serviços de saúde e a pandemia veio como mais um fator para afastá-lo desses cuidados. Em pesquisa inédita realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia com mais de 500 participantes de 22 estados vimos que 55% dos homens acima de 40 anos deixaram de fazer alguma consulta em função do surto do coronavírus, apesar de sabermos que a maioria dos locais já estão preparados para minimizar os riscos. Além disso, grandes laboratórios identificam diminuição em 20 % das dosagens de PSA comparando com os dados de 2019, enquanto o INCA (Instituto Nacional do Câncer) estima mais de 65.000 novos casos para este ano.

Diante do exposto, fica claro como todos devem aproveitar este momento para visitar seu urologista e fazer a avaliação de rotina, evitando surpresas desagradáveis como o diagnóstico tardio sem possibilidade de cura. Definitivamente, o câncer não pode esperar!

Thiago Costa | CRM-PB: 6560 | Especialidade: Urologia