Please assign a menu to the primary menu location under menu

Varejo farmacêutico cresce 15,6% em 2020 com destaque para lojas de bairro

O varejo farmacêutico registrou um crescimento no faturamento de 15,6% em 2020, segundos dados divulgados pela IQVIA no início de fevereiro. O índice é divulgado pela Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar).

O faturamento das farmácias foi de R$ 139,37 bilhões no ano passado. Em 2019, havia sido de R$ 120,54 bilhões. O destaque deste crescimento foram as lojas das redes associadas à Febrafar que cresceram no ano 26,1%.

“Uma característica deste ano foi um crescimento maior das farmácias nos bairros. Isso se deve ao fato de que, com o isolamento, as pessoas tiveram que ficar em casa e passaram a consumir mais em farmácias de bairro e não nas das regiões centrais”, explica o presidente da Febrafar, Edison Tamascia.

Crescimento da Febrafar no mercado

O crescimento específico do varejo farmacêutico entre os associados da Febrafar é resultado direto de sua participação no mercado, que em 2016 era de 9,1% e, em 2020, chegou a 12,1%.

“Vemos que as farmácias das redes associadas à Febrafar, que estão utilizando as ferramentas de gestão disponibilizadas, estão se destacando, pois passam por um processo de maior profissionalização, percebem como é o mercado e crescem acima da média”, explica Tamascia.

Outro destaque da Febrafar é sua capilaridade, sendo que atualmente conta com 58 redes que representam 10.544 lojas em 27 Estados do Brasil. A federação está presente em 2.991 dos 5.570 dos municípios.

Um ponto de destaque no consumo dentro das farmácias foi o de suplementos. Segundo os dados da IQVIA, a procura na busca por suplementos vitamínicos disparou, crescendo 47,9% em todo o mercado e 60,9% na Febrafar. O produto que mais se destacou foi a Ivermectina (mg comprimido 6.00mg x 4), que teve um crescimento de 2.869,11%. Fato que se deve a uma possível associação do medicamento ao tratamento da Covid-19.