14ª edição do Prêmio Universitário Aberje abre inscrições com desafio da TIM

foto: Marcelo Casal Jr

Estão abertas as inscrições para a 14ª edição do Prêmio Universitário Aberje (PUA), organizado pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). O desafio propõe o desenvolvimento de uma solução criativa para situações reais das empresas, tendo como participantes deste ano a TIM, uma das maiores companhias telefônicas do país. O objetivo é avaliar competências exigidas pelo mercado ao integrar conhecimentos da área de Comunicação e estimular a criatividade dos participantes. Além da premiação em dinheiro, o PUA oferece uma oportunidade para os estudantes mostrarem seu talento ao mercado. Os interessados devem se candidatar até 11 de junho no site do evento .

Assim como no ano atípico de 2020, em virtude da pandemia, as quatro etapas são realizadas de forma totalmente digital. Para participar, os estudantes devem montar sua equipe e realizar suas inscrições. Depois, é lançado o desafio a ser enfrentado pelos grupos, que devem desenvolver uma solução para um problema real. As melhores propostas são apresentadas para grandes profissionais da área, concorrendo a prêmios em dinheiro. A quarta etapa compõe a grande final, na qual os universitários defendem suas ideias para a Comissão Julgadora. Neste dia, será anunciado o vencedor.

O diretor-geral da Aberje, Hamilton dos Santos, destaca que o PUA é uma grande oportunidade para quem deseja desenvolver habilidades profissionais, como criatividade e planejamento. “É a hora de colocar teoria em prática, testar seus conhecimentos e propor ideias inovadoras para um mundo em constante mudança, ainda mais com tanta transformação trazida pela pandemia”, ressalta, acrescentando que mesmo com a crise, no ano passado o evento registrou mais de 500 inscrições e a participação de jovens de cerca de 160 universidades de todo o Brasil.

“No mundo atual, em que a conectividade passou a ser indissociável da vida cotidiana, das relações sociais e da comunicação, é no ambiente acadêmico, nas aspirações de jovens universitários, que se torna um habilitador de ideias”, acentua Marcio Lino, diretor do Instituto TIM.

Podem participar estudantes de graduação de todo o Brasil, regularmente matriculados em instituições credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC). As equipes, que devem ter de dois a quatro integrantes, vão concorrer a prêmios em dinheiro de acordo com a ordem de classificação. O primeiro colocado ganha R$ 10 mil, o segundo lugar é premiado com R$ 5 mil e a terceira posição leva R$ 3 mil.