Please assign a menu to the primary menu location under menu

Linha de crédito do Fampe já atendeu 350 pequenos negócios em 2021, diz Sebrae Paraíba

Com o objetivo de facilitar o acesso ao crédito dos pequenos negócios, tendo em vista que um dos maiores gargalos para as empresas obterem financiamento é a garantia, o Sebrae realiza convênios com instituições financeiras para oferecer o aval para a operação. Trata-se do Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), que concede aval financeiro complementar aos pequenos negócios. No estado, conforme dados do Sebrae Paraíba, foram atendidas, de janeiro a abril deste ano, 350 pequenos negócios com financiamento do fundo, com volume de recursos concedidos em torno de R$ 20 milhões. 

O Fampe pode garantir, de forma complementar, até 80% de uma operação de crédito contratada, dependendo do porte empresarial do solicitante e da modalidade de financiamento. Os pequenos negócios que possuem faturamento até R$4.800.000,00 podem ter acesso a linha de crédito com aval do Fampe. Além disso, a empresa deve ter pelo menos 12 meses ininterruptos de faturamento e não pode haver nenhuma restrição em seu CNPJ ou no CPF dos sócios. 

Segundo explicou a analista técnica do Sebrae Paraíba, Márcia Timótheo, o aval do Fampe auxilia muito o empreendedor na hora que ele precisa apresentar garantias para obter o financiamento. “O Sebrae concede o aval e, além do acompanhamento e auxílio antes da tomada de crédito, acompanhamos a empresa que já conseguiu o crédito por meio do fundo. No pós-crédito, o Sebrae faz atendimento às empresas por intermédio do Negócio a Negócio e/ou com consultorias específicas”, citou. 

A analista afirmou que, com a crise provocada pela pandemia do coronavírus (Covid-19), muitos donos de pequenos negócios passaram a necessitar de crédito para enfrentar as dificuldades advindas deste cenário. “A parceria com a Caixa foi realizada em 2020 como forma de contribuir com o pequeno negócio diante do cenário de dificuldades que se apresentava”, salientou Márcia Timótheo. 

Com o aval do Fampe, o empresário terá acesso a uma linha de crédito com taxas e prazos diferenciados. A medida faz parte do conjunto de iniciativas que foram implementados pelo Governo Federal e pelo Sebrae desde 2020 com o intuito de reduzir o impacto provocado pela crise do coronavírus sobre os pequenos negócios no Brasil.