ENTREVISTA

Valério Vasconcelos – “Para evitar hipertensão, é essencial limitar a ingestão de gorduras, sódio, carne vermelha, bem como de doces e bebidas adoçadas com açúcar”

assessoria

Cardiologista explica a importância de diminuir o consumo de açúcar como forma de evitar pressão alta

Talvez você não saiba, mas, além do sal, o açúcar em excesso também pode causar pressão alta. Na verdade, o consumo excessivo de açúcar aumenta os riscos de diversos problemas de saúde, como obesidade, resistência à insulina, diabetes, aterosclerose (placas de gordura nas artérias), colesterol alto, níveis elevados de triglicerídeos, pressão alta, arritmias, infarto e derrame cerebral. Na entrevista a seguir, o médico cardiologista, pesquisador e escritor Valério Vasconcelos, autor do livro “O coração gosta de coisas boas”, dentre outros, aborda o tema. Confira:

Todo mundo se preocupa com o sal, mas é verdade que o açúcar em excesso também pode causar pressão alta?

Embora o sódio – sal – seja conhecido por causar pressão alta ou hipertensão, o açúcar também pode ter um papel importante. Comer muito açúcar pode inibir a produção de óxido nítrico (NO) nos vasos sanguíneos. O óxido nítrico normalmente ajuda na vasodilatação (expansão dos vasos sanguíneos). Sem óxido nítrico, pode ocorrer vasoconstrição (estreitamento dos vasos sanguíneos), levando à hipertensão. Normalmente, as pessoas pensam que o sal é prejudicial à pressão arterial. No entanto, o açúcar também é responsável pela hipertensão e é uma das principais causas dela.

De que forma isso ocorre?

A frutose, um tipo de açúcar simples, aumenta os níveis de ácido úrico no sangue, que por sua vez inibe a produção de óxido nítrico. O óxido nítrico é o que ajuda os vasos sanguíneos a manter a flexibilidade, então, quando os níveis de NO são reduzidos, você pode sentir um aumento na pressão arterial. Além disso, o aumento do consumo de açúcar pode levar ao ganho de peso. A obesidade também contribui para a elevação da pressão arterial.

Qual seria a quantidade adequada de consumo de açúcar para quem tem pressão alta? Ou é melhor cortar totalmente?

Da mesma forma que os especialistas indicam nunca ultrapassar 2 gramas de sódio por dia (ou 5 gramas de sal), há uma orientação para não se entupir de açúcar. A Organização Mundial da Saúde, por meio de suas novas diretrizes, recomenda que apenas 5% do total de calorias ingeridas ao dia venham do açúcar, o que daria em média 25g (gramas) ao dia, ou seis colheres (chá) dos cristalizados comestíveis. Já para os diabéticos – grupo de doenças que resultam em muito açúcar no sangue, alto nível de glicose – a recomendação é que retirem o açúcar e usem o adoçante ou reeduquem o paladar.

Que outros tipos de problemas o consumo de açúcar pode gerar para o coração?

O excesso de açúcar aumenta os riscos de problemas de saúde, como obesidade, resistência à insulina, diabetes, aterosclerose (placas de gordura nas artérias), colesterol alto, triglicerídeos altos, pressão alta, arritmias, infarto e derrame cerebral.

Deseja acrescentar algo?

Algumas dicas para começar o dia, como saborear frutas frescas e ter uma ingestão adequada de água ajudam a controlar os desejos e podem impedir você de comer açúcar processado. Escolha uma dieta rica em frutas, legumes, grãos inteiros, produtos lácteos com baixo teor de gordura, aves e peixes sem pele, nozes e leguminosas. Certifique-se de limitar a ingestão de gorduras saturadas e trans, sódio, carne vermelha (escolha os cortes mais magros disponíveis se estiver comendo carne vermelha) bem como de doces e bebidas adoçadas com açúcar.

Deixe um comentário